fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

24horas Variedades

Sistema Anhanguera-Bandeirantes tem operação especial para caminhões neste sábado (25) e domingo (26)

Caminhões com destino à Capital devem utilizar a pista sul da Via Anhanguera (SP-330) no trecho entre Jundiaí e São Paulo

 

Em virtude do feriado municipal de aniversário da cidade de São Paulo, que acontece neste sábado (25) na Capital, a Polícia Militar Rodoviária realiza a Operação Caminhão, que tem objetivo de melhorar a distribuição do tráfego nas rodovias do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, no trecho entre Jundiaí e São Paulo.

Por conta disso, sábado (25) das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela pista sul da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a pista sul – sentido Capital – da  Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes.

A operação também acontece no domingo (26), das 14 às 23 horas.  A concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

A restrição de tráfego de veículos de carga na Rodovia dos Bandeirantes foi determinada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) pela portaria SUP/DER 05 de 18 de janeiro de 2005.

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é a concessionária responsável pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Celebrou,  em 2018,  20 anos à frente das rodovias consideradas as melhores do País por pesquisas especializadas do segmento. Durante esses 20 anos de trajetória, já investiu R$ 7,6  bilhões em obras e melhorias que trouxeram desenvolvimento, segurança e conforto para a região e orgulha-se por ter obtido, como principal resultado, redução significativa nos índices de acidentes (-44%), feridos (-30%) e mortes (-80%). A concessionária gerencia 319,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. É responsável também pela conservação de um trecho da Marginal Tietê entre o acesso da Rodovia dos Bandeirantes e o Cebolão.  

Sobre o Grupo CCR:
Fundado em 1999, o Grupo CCR é atualmente uma das cinco maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina e considerada a líder do segmento no Brasil, com a gestão de 18,4% do total de rodovias sob controle da iniciativa privada. Tendo o pioneirismo e a inovação como marcas, a CCR criou em 2018 quatro empresas independentes, que agrupam as unidades de negócios por temas afins, e são as responsáveis pela gestão da companhia e por desenvolver e pesquisar novas oportunidades no mercado primário e secundário, dentro e fora do Brasil. São elas: CCR Lam Vias, CCR Infra SP, CCR Aeroportos e CCR Mobilidade. Nessa reestruturação, como forma de atualizar e melhorar a estrutura de Governança, processos decisórios e os mecanismos de controle, foram criadas as vice-presidências de Gestão Corporativa e de Governança, Compliance e Auditoria Interna, em linha direta de reporte ao Conselho de Administração. O Grupo conta com as práticas de Governança Corporativa reconhecidas no mercado, atendendo regras do Novo Mercado da B3 (a CCR foi a primeira empresa ingressar nesta categoria). Além do Brasil, a CCR está presente, por meio de suas unidades, nos EUA, Curaçao, Equador e Costa Rica. Com mais de 15 mil colaboradores, a CCR se orgulha em contribuir, diariamente, para uma sociedade com mais infraestrutura, segurança, conforto e qualidade de vida para milhões de cidadãos mundo afora.

Comentários