Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Sindicato da Alimentação de Piracicaba conquista reajuste salarial de 7,59% e PLR que injetará R$ 10 milhões na economia

Fânio diz que as conquistas são fruto de muita luta dos sindicatos, que pressionaram os patrões. (Foto divulgação)

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Piracicaba (STIAP) acaba de concluir as negociações das campanhas salariais dos trabalhadores com datas-bases em maio, garantindo reajuste salarial de 7,59%, além de prêmio de Participação nos Lucros e Resultados que asseguram um ganho que injetará pelo menos R$ 10 milhões na economia da cidade. A informação é do presidente do sindicato, Fânio Luis Gomes, que coordenou as negociações com os setores de usinas, sucos, bebidas, doces, frigoríficos e ração animal, iniciadas ainda em meados de abril último e que acabam de ser finalizadas.

Segundo Fânio, as negociações estão sendo encerradas agora em função das dificuldades que os Sindicatos tiveram  para chegar a esses valores,  uma vez que os patrões queriam aplicar reajustes bem menores, que não repunham nem a inflação dos últimos 12 meses. “Fizemos muita pressão e, finalmente, conseguimos assegurar o acordo que garante  aos trabalhadores reajuste salarial em duas parcelas, sendo 5% a partir de primeiro de maio último e  as diferenças serão pagas no próximo mês de outubro. Já as cestas básicas e  a participação nos lucros serão corrigidos em 7,59%, a partir de primeiro de maio, e terão seus valores pagos retroativos já no próximo pagamento”, conta.

PLR – Nas negociações entre o Sindicato e o grupo Raízem,  Fânio conta que foi assegurado um prêmio de PLR que garantirá um ganho aos trabalhadores das usinas Costa Pinto e Santa Helena que resultará na injeção de mais de  R$ 10 milhões na economia de Piracicaba e região. “Esta conquista é fruto de um acordo amplamente complexo, em que o sindicato acompanha mensalmente as reuniões juntamente com a comissão de fábrica, quando são discutidas as metas a serem alcançada em cada setor. Foi esse trabalho que assegurou que fosse atingido esse amplo ganho  aos trabalhadores”, completa o presidente do STIAP.