Serasa dá 10 dicas para viajar sem estourar o orçamento e revela a busca por parques de diversão

Pesquisar promoções de última hora está entre as orientações; O Beach Park, em Fortaleza, é o termo de busca relacionado a parque que mais cresceu dentro da categoria de Destinos e Acomodações do Hitwise

 Quem pretende comemorar as festas de fim de ano em outra cidade, mas ainda não programou a viagem precisa se organizar financeiramente para não estourar o orçamento. A orientação da Serasa é pesquisar com atenção os melhores destinos, preços de hospedagens, passagens e pacotes. “O consumidor pode aproveitar as promoções de última hora realizadas pelas agências de turismo, companhias aéreas e sites de compras coletivas confiáveis. Se ainda assim o valor da despesa não couber no atual orçamento, é melhor que o cidadão planeje a viagem para outro período, como o Carnaval”, diz o superintendente do SerasaConsumidor, Júlio Leandro.

Segundo dados da Hitwise, ferramenta de inteligência em marketing digital da Serasa Experian, além de agências de viagens, termos relacionados a parques de diversão e aquáticos estão entre os mais buscados na categoria ‘Viagem – Destinos e Acomodações’, no período de 4 semanas terminado em 06 de dezembro de 2014. O Beach Park, em Fortaleza, além de estar entre os preferidos, foi o termo de busca relacionado a parque que mais cresceu (0,62%) dentro da categoria, em relação ao mesmo período do ano passado. Além dele, também aparecem como favoritos de 2014: Beto Carreiro (SC), Hopi Hari (SP), Wet’n Wild (SP) e Magic City (SP). A categoria ‘Viagem – Destinos e Acomodações’ engloba os sites de provedores de hospedagem, como hotéis e cadeias hoteleiras, além de sites que facilitam a reserva de hospedagem, incluindo sites terceirizados de reservas.

O superintendente também ressalta a importância de o cidadão se proteger de golpes na hora de contratar uma viagem. “Depois de comprar e pagar pelo serviço, o consumidor pode ser surpreendido pelo fechamento da empresa às vésperas da viagem. Esse mal estar pode ser evitado”, diz. Para se proteger e não ter dor de cabeça, o consumidor pode consultar a situação financeira de qualquer empresa do Brasil antes de fechar negócio. Com a pesquisa do CNPJ no VocêConsulta Empresas (www.serasaconsumidor.com.br), é possível saber sobre a existência legal da companhia e se ela não está à beira da falência. Também é possível visualizar o endereço, telefone, ações judiciais, ocorrências de protestos e cheques sem fundos.

Para ajudar o consumidor a planejar melhor a viagem e curtir o fim de ano gastando menos, a Serasa preparou dez dicas. Confira a seguir:

1º Procure e verifique com atenção as promoções de última hora realizadas pelas agências de turismo, companhias aéreas e sites de compras coletivas confiáveis;

2º Veja se a empresa escolhida possui uma situação financeira estável, para não ser surpreendido às vésperas da viagem. Com uma consulta no valor de R$16,90, o consumidor fica sabendo, por exemplo, se a agência de turismo não está inadimplente e à beira da falência. Para ter informações acesse o link: www.serasaconsumidor.com.br;

3ª Pesquise o preço das passagens nos sites das empresas de transporte aéreo e terrestre e agências de turismo. Horários alternativos, como madrugada, geralmente têm descontos. Avalie também as condições oferecidas por cada empresa e informe-se sobre juros cobrados em caso de parcelamento longo. No caso de passagem aérea, verifique se já estão incluídas as taxas de embarque;

4ª Se optar por pacotes de viagem, analise várias agências, pesquise preços, condições de pagamento (parcelamentos e taxas de juros) e outros detalhes;

5ª Cuidado com longos parcelamentos para não comprometer ainda mais a renda. O início do ano concentra muitos impostos e contas extras, como IPVA, IPTU, material e matrícula escolar, despesas com férias etc.;

6ª Conte com a ajuda da internet para pesquisar informações sobre os hotéis e pousadas. Procure nos sites de hospedagem, que muitas vezes têm tarifas mais baixas. Também, verifique as despesas não inclusas na estadia, como taxas de serviço e impostos;

7ª Quando estiver hospedado, evite consumir os produtos do frigobar. Geralmente, o preço é acima do mercado, além de em alguns lugares serem aplicadas ainda as taxas e impostos. Há hotéis que reservam um espaço no frigobar para produtos comprados pelos hóspedes. Aproveite esta comodidade e compre bebidas e petiscos mais barato no supermercado;

8ª Informe-se sobre os preços, segurança e formas de traslados disponíveis no destino. Vários hotéis disponibilizam opções de transporte gratuito para restaurantes e pontos turísticos da cidade.

9ª Faça as contas e veja se é ou não vantajoso viajar de carro. Se a distância for curta e o carro estiver com a capacidade máxima e segura de pessoas, pode valer mais a pena do que ir de ônibus ou avião;

10ª Programe-se também para as despesas durante a viagem. Use a Internet para pesquisar preços de refeições, transporte, passeios (shows e parques, entre outros). Em algumas cidades, há museus que oferecem entrada gratuita em um dia determinado na semana. Procure os escritórios de turismo na internet que fornecem este tipo de informação.

Caso o consumidor esteja inadimplente, o primeiro passo é buscar a renegociação das dívidas com os credores antes de entrar em novas dívidas. A renegociação deve ser feita diretamente com a empresa, sem precisar contratar intermediários. A Serasa disponibiliza um serviço pela internet para o consumidor renegociar dívidas atrasadas pela internet. É o Limpa Nome Online. Basta entrar no site www.serasaconsumidor.com.br/limpa-nome-online/, fazer o cadastro e partir para a negociação.

O consumidor pode conferir mais dicas sobre educação financeira, acessando o site: www.serasaconsumidor.com.br

 

Fonte Serasa

Imagem ilustrativa

Comentários

Notícias relacionadas