Artigos / Opinião 

Sentimentos negativos adoecem – por Alessandra Cerri

Imagine que existe um ponto dentro de você capaz de melhorar sua energia vital e de fortalecer o seu sistema imunológico. Agora, pare de imaginar e saiba que esse ponto existe e ele pode ajudar significativamente sua saúde: conheça seu chakra cardíaco.

 

As pessoas costumam dizer que o ódio e a mágoa (incluo o pessimismo) fazem adoecer, no entanto, talvez não imaginem a veracidade “fisiológica” dessa crença.  E a explicação para os malefícios dos sentimentos negativos está numa glândula minúscula, mas de gigantesca importância para nossa saúde, chamada timo.

 

O timo (thymus em grego) significa  alma, coração, emoção e espírito. De acordo com o autor Fausto, essa pequena glândula (através da timosina) é responsável pela produção e maturação dos linfócitos T, sendo assim, fundamental para a resposta imunitária do organismo, ou seja, nossa defesa.

 

Muito interessante citar que essa glândula está diretamente relacionada ao chakra cardíaco, um dos pontos de energia primordiais para nossa energia vital. Esse chakra está ligado à vontade de viver e, não por acaso, está diretamente relacionado à capacidade de amar e ter compaixão.

 

Segundo vários autores, entre eles Ramos, Meadow e Wauters, a abertura ou ativação desse chakra torna a pessoa mais receptiva à vida, mais feliz, tolerante, acolhedora, menos julgadora e geradora de amor e paz. Mais que isso, favorece a prática do amor, da benevolência, fortalece a glândula do timo e, consequentemente, nosso sistema imunológico.

 

Portanto, o amor, a tolerância, a compaixão, o perdão, o cultivo de pensamentos bons e positivos são sim “antídotos” eficientes para seu sistema cardíaco e imunológico. E tudo isso depende de atitudes e exercícios diários de aprimoramento e autoconhecimento, pois diariamente somos testados e colocados à prova na nossa capacidade de resistirmos aos nossos instintos mais primitivos de raiva, intolerância, julgamento, mágoa, pessimismo etc.

 

Segundo Freud, “a inteligência é o único meio que possuímos para dominar nossos instintos”. Então, coloque sua cabeça para funcionar, não permita que seu cérebro fique à deriva remoendo pensamentos e mágoas passadas; pratique mais a tolerância (cada um carrega uma história que você pode desconhecer), exercite o otimismo e a gratidão.

 

Claro que não é fácil, somos seres humanos e estamos aqui para aprender e evoluir. Mas lembre-se é nas dificuldades que crescemos. Se fosse fácil, a vida não seria tão preciosa. Namastê e até a próxima!

 

Alessandra Cerri é sócia-diretora do Centro de Longevidade e Atualização de Piracicaba (Clap), mestre em educação física, pós-graduada em neurociência aplicada à longevidade e pós-graduanda em psicossomática.

Comentários

Leia também...