Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Segundo especialistas, vinhos portugueses são preferidos pelos brasileiros

A bebida é uma das mais importadas em todo o mundo e faz sucesso também no Brasil

O vinho é uma das bebidas mais apreciadas pelo público brasileiro. Prova do sucesso da bebida se dá através dos números de uma pesquisa realizada pela OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho) que mostram acentuado crescimento no número de litros per capita ao longo dos últimos anos. Ainda segundo pesquisas, os vinhos provenientes de Portugal são um dos mais consumidos pelo público brasileiro e ocupa o 2º lugar em importações no mundo.

O sucesso da bebida europeia no Brasil pode ser determinado através de algumas características peculiares, como o custo-benefício dos rótulos e a variedade de sabores – são cerca de 14 regiões produtoras e mais de 250 uvas nativas, tornando a produção de vinhos portugueses uma das mais diversas e com diferentes opções de harmonizações, agradando muitos paladares e perfis.

Em entrevista a Alexandre Santucci, Consultor de Comunicação e Marketing da Orion Vinhos, Manuel Baptista, diretor de Exportação da Caves da Montanha, explica que “o Brasil representa um mercado considerável com grande potencial de crescimento”. Confira a entrevista completa:

Alexandre Santucci: Em uma definição geral, como você descreveria o comportamento do consumidor brasileiro em relação aos vinhos portugueses?

Manuel Baptista:  Se olharmos para o consumo anual per capita de vinhos no Brasil e em Portugal, facilmente se comprova o inegável potencial brasileiro. O país representa 20% das exportações da empresa e esse número está em tendência de crescimento acelerado para os próximos anos.

A.S: O vinho Convento da Glória está fazendo um sucesso bastante considerável. Ao que você atribui esse resultado?

M.B: O sucesso do Convento da Glória deve-se, na minha opinião, ao packaging (embalagem) muito atrativo da garrafa, ao preço e sobretudo à qualidade e perfil do próprio vinho, sendo frutado, macio, redondo na boca e com uma acidez diminuta que faz com que a percepção gustativa seja quase como se de um vinho suave se tratasse, indo muito ao encontro do perfil generalizado de consumo brasileiro.

A.S: Quais as particularidades das uvas Tinta Roriz e Touriga Nacional utilizadas na criação do Convento da Glória?

M.B: A primeira é marcada pelo amadurecimento precoce, ideal para o cultivo em diferentes climas e de harmonização indicada para massas e pratos acompanhados por molhos de tomate, além de carnes grelhadas e comidas típicas mexicanas. A segunda é mais bem acompanhada por queijos azuis; carnes vermelhas; pratos que combinem frutas; chocolates e sobremesas que o tenham como base e cafés.

A.S: Além do Convento (da Glória) a sua marca comercializa outros vinhos, licores e um Gin que é premiado internacionalmente. Quais os novos destaques que o mercado brasileiro pode aguardar?

M.B: O Brasil deve receber, muito em breve, o Anzol, proveniente da região do Douro, o Convento de Mortágua, da região do Alentejo, e o Passal, um Rosé em garrafa cantil. Além desses, já estão disponíveis na Orion Vinhos outros produtos bem portugueses, como o licor de amêndoa amarga, que combinado com gelo, limão e alguns grãos de café torrado, proporciona uma experiencia degustativa diferenciada.

A.S: Qual a mensagem você, como bom português, deixaria para o Brasil nesse momento de expectativas de retorno ao “antigo normal”?

M.B: Finalizo dizendo que os tempos atuais de pandemia são um grande desafio para todo mundo. Quer no Brasil, quer em Portugal, precisamos continuar nos protegendo e usando máscara até atingirmos a imunidade de grupo. Quem pensava que era só uma gripezinha claramente saiu enganado. Finalizo com uma frase de esperança, do meu querido pai que partiu devido à pandemia: “Não há mal que sempre dure e nem bem que nunca se acabe!”.

Sobre a Orion Vinhos

Com anos de experiência agregada por seus fundadores, a Orion Vinhos oferece um dos maiores catálogos de rótulos de vinhos importados do Brasil. A empresa reafirma seu compromisso com o mercado e fornecedores, com marcas importantes e campeãs de vendas, como a Farnese, o mais importante produtor da Puglia (Itália), os franceses da Maison P. Ferraud & Fils, Vinã Requingua, uma das 10 maiores vinícolas do Chile, com o seu pontuadíssimo Toro de Piedra, os portugueses Caves da Montanha e campeão em vendas Convento da Glória.

Desde o final de 2020 a empresa promove uma reformulação nos procedimentos administrativos e logísticos através da ação batizada de ‘Honrando a Estrela’. Para celebrar esse momento, a Orion optou por simbolizar todas as mudanças através de seu novo logotipo. Toda a ação passa a ser uma campanha de comunicação envolvendo o novo logo, reformulação do site, perfis nas redes sociais e um canal aberto com a imprensa através da sua assessoria de comunicação.