Secretários e técnicos articulam novas ações de combate à dengue

Secretários municipais e técnicos de várias pastas da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste se reuniram nesta última quarta-feira (5) para definir as ações de prevenção e controle do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, no município. Essa articulação intersensorial com todos os setores envolvidos busca integrar discussões e decisões de combate ao vetor contribuindo para a gestão de todo trabalho. O intuito é intensificar ainda mais os trabalhos para conter o avanço da doença e conscientizar a população sobre a necessidade de eliminar os criadouros. As atividades seguem durante todo o ano. O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) iniciou em setembro o programa de monitoramento sistemático dos índices de infestação do mosquito com uso de armadilhas para ovos. Técnicos continuam com estudos visando pontuar diversas iniciativas.

 

O encontro promovido pela Secretaria de Saúde ocorreu na sede da pasta e contou com a participação dos secretários Dreison Iatarola (Saúde), Rodrigo Maiello (Governo), Cleber Luis Canteiro (Meio Ambiente), Tânia Mara da Silva (Educação), Eide Froner (Cultura e Turismo), Ângela Soeiro (Planejamento), além de representantes da Secretaria de Obras e Serviços, Saúde e DAE (Departamento de Água e Esgoto). “A ideia principal é unir esforços de toda a Prefeitura para reduzirmos drasticamente o impacto da dengue na cidade, além de priorizar a conscientização da população. As ações de combate à doença não pararam e seguem durante todo o ano”, comentou Iatarola. “Essa integração traz muitos benefícios para os barbarenses. O próximo passo é formar um plano juntamente com técnicos das Secretarias”, explicou o coordenador do CCZ, Alexandre Visockas.

 

Força tarefa

 

Como parte das atividades programadas pela Prefeitura, no dia 13 de novembro, a partir das 8h30, haverá um mutirão de limpeza em combate à dengue na área central da cidade. A região dos bairros Jardim Conceição, Jardim Belo Horizonte, Vila Sartori, Vila Grego, Vila Furlan, além do Centro, será contemplada com a ação realizada pelas equipes do Centro de Controle de Zoonoses em parceria diversas secretarias.
A iniciativa será realizada com oito caminhões, com cerca de 50 funcionários envolvidos, que percorrerão as ruas dos bairros retirando qualquer tipo de objetos potenciais criadouros do mosquito, como baldes, pneus, garrafas, lonas, pratinhos de vasos de plantas, recipientes em geral. A medida tem o objetivo de diminuir a população do mosquito e a probabilidade de transmissão do vírus nos locais.

 

A Prefeitura pede o apoio da população no combate ao mosquito Aedes Aegypiti. Entre as ações de prevenção, a Secretaria de Saúde alerta para tampar reservatórios de água – como cisternas, caixa d’água, tanques e fossas -, manter as calhas limpas, armazenar garrafas com o bico voltado para baixo, manter pneus cobertos evitando acúmulo de água, manter o quintal limpo, roçado, removendo lixo e entulhos, armazenando-os em recipientes adequados e depois os destinando à coleta. A população também deve lavar com bucha recipientes de alimentos de animais domésticos pelo menos uma vez por semana, abrir portas e janelas quando a nebulização estiver sendo feita na rua e nunca deixar de atender em casa o agente de saúde.

Comentários

Notícias relacionadas