Saúde 

Saúde: mais de 43 mil faltam às consultas agendadas em 2016


Mais de 43 mil pacientes faltaram às consultas médicas agendadas na Rede Pública de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste em 2016. Dos 245.143 pacientes agendados nos serviços, 43.676 não compareceram, o que corresponde a quase 20% das faltas. Os dados da Secretaria de Saúde são referentes aos agendamentos realizados nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e no Centro Médico de Especialidades. O maior percentual de ausências foi verificado na UBS “Dr. Célio de Faria”, no Conjunto Roberto Romano, onde foi registrado um índice de abstenção de mais de 22%. Já no Centro Médico o índice ficou em torno de 16%.

 

A secretaria de Saúde, Lucimeire Cristina Coelho Rocha, ressaltou a importância dessa análise, para que as equipes possam trabalhar junto aos usuários no sentido de diminuir as ausências às consultas. “As faltas prejudicam a todos, principalmente aqueles que aguardam por algum agendamento, porque aumenta o tempo de espera para realização das consultas. Com esses dados em mãos, estamos planejando ações visando conscientizar as pessoas da responsabilidade sobre os seus agendamentos, evitando que o acesso de outros usuários ao serviço seja prejudicado”, ponderou.

 

As faltas sem justificativas ou aviso prévio prejudicam outros pacientes que aguardam por agendamento e poderiam ser atendidos, caso as ausências fossem comunicadas com antecedência. Segundo a coordenadora da Atenção Básica, Juliana Sturaro, o fato prejudica a população no acesso às consultas e, consequentemente, gera atraso em suas questões de saúde. “É de extrema importância que a população tenha consciência que a saúde pública é responsabilidade de todos, sendo que a conduta inapropriada de um usuário pode interferir diretamente no acesso do outro”, alertou.

 

 

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Leia também...