Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Saiba como lidar melhor com as suas roupas em tempos de coronavírus

Separar as peças usadas para sair daquelas de ficar em casa e limpá-las assim que retornar são algumas medidas essenciais para diminuir a disseminação do vírus

 

Desde que a COVID-19 se disseminou em mais de 186 países, os hábitos vêm sendo alterados radicalmente em todo o mundo. Atos simples como sair de casa para ir à praia, visitar um amigo ou jantar fora estão proibidos por tempo indeterminado em muitos territórios.

 

A rotina de ir ao trabalho também foi interrompida para muitos, que passaram a adotar o home office para respeitar as recomendações de autoridades médicas internacionais como a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

No que se refere à higiene, os hábitos vêm precisando de cuidado redobrado nos ambientes familiares. Diariamente, noticiários multiplicam as recomendações de lavar as mãos regularmente, trocar roupas de cama com maior frequência, despir-se das peças usadas para sair ao entrar em casa e lavá-las rapidamente.

 

No contexto da quarentena provocada pela pandemia, os membros da família permanecem durante todo o dia em casa, o que aumentam os recursos utilizados — desde água e eletricidade até comida e sabão. Para manter a camiseta durável, as roupas mais limpas e diminuir as chances de contágio do coronavírus, veja algumas dicas.

Lave os sapatos

Antes de entrar em casa, deixe o calçado com que saiu para a rua do lado de fora. Lave as mãos assim que chegar, antes de tocar em alguma coisa. E, então, higienize o sapato deixado na porta, com água e sabão. Se o calçado for impermeável, é recomendável higienizá-lo, passando álcool com um pedaço de papel.

 

Outra dica importante é usar um mesmo calçado nas ocasiões em que precisar sair de casa — para comprar suprimentos em mercados, medicamentos em farmácias e realizar transações bancárias que não podem ser feitas virtualmente.

Troque as roupas

É fundamental já lavar as roupas usadas na rua, com água e sabão, logo que voltar para casa. Apesar de ainda não haver comprovações científicas sobre o tempo de permanência do coronavírus em tecidos, higienizar as vestimentas mais frequentemente é uma medida de precaução importante.

 

Separar peças a serem usadas na rua e outras cujo uso ficará restrito ao ambiente doméstico também é necessário para reduzir as possibilidades de disseminação do vírus. Especialistas recomendam fazer a higienização de qualquer peça com água quente, separadamente das roupas que foram usadas apenas dentro de casa.

 

A porosidade dos tecidos é um fator que dificulta a limpeza total da peça com água e sabão. Alguns materiais orgânicos, como secreções respiratórias e gotículas de saliva ficam retidas nos poros, o que pode aumentar em até 96 horas o período de sobrevida do coronavírus.

Limpe bolsas e acessórios

Esses são outros itens que, além das vestimentas, também podem trazer o coronavírus para dentro de casa. Por isso, sempre que possível, opte por sair de casa sem carregá-los. Permanecer com os cabelos presos, independente de seu comprimento ou textura, também é importante para reduzir chances de contágio.

 

Quando precisar levá-los, limpe-os assim que voltar, utilizando um pano com álcool em gel nas partes internas e externas. Além de anéis e pulseiras, o acessório mais importante a ser limpo é o celular, já que é constantemente manipulado pelas mãos.

 

Objetos que permanecem mais no interior das vestimentas, como chaves e carteiras, não requerem esse nível de higienização. A regra geral é higienizar os itens que permaneceram expostos ao meio exterior. O objetivo dessas medidas é minimizar os riscos de disseminação, já que uma desinfecção total não é possível.

Troque as roupas de cama

Lavar lençóis, cobertores e fronhas com maior frequência é outra medida importante para combater a COVID-19. Embora esses itens permaneçam em casa, a circulação de pessoas para o ambiente externo pode colocar a limpeza dessas peças em risco.

 

A lavagem de cortinas também é crucial, já que elas recebem partículas que são carregadas pelo ar para dentro da casa. Para quem tem persianas, recomenda-se limpá-las com álcool em gel, ou água com sabão, a fim de evitar o depósito dessas substâncias.