S. Bárbara receberá lixeiras adquiridas pelo Consimares

Foto ilustrativa

O Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas) abriu licitação para a aquisição de 2 mil lixeiras que serão instaladas nos oito municípios que integram o órgão: Americana, Capivari, Elias Fausto, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré.

 

O pregão presencial acontece na próxima terça-feira (22), em Nova Odessa, sede do Consimares. As empresas interessadas em participar devem adquirir o edital pessoalmente na Prefeitura de Nova Odessa ou, gratuitamente, pelo site: (http://www.novaodessa.sp.gov.br/LicitacoesConteudo.aspx?IDLicitacao=2229)

 

As lixeiras têm capacidade para 50 litros e são adequadas para receber pequenos volumes, como latas de refrigerante, garrafas, embalagens de alimentos, papéis de bala, entre outros. A quantidade de lixeiras que cada município irá receber será definida pelo Consimares, de acordo com o contrato de rateio de cada consorciado.

 

Gerenciamento de resíduos em S.Bárbara

 

Além das novas lixeiras adquiridas pelo Consimares e que serão instaladas no município, o atual modelo do gerenciamento de resíduos em Santa Bárbara d’Oeste já dispõe da coleta casa a casa e de contêineres de material reciclável em pontos da área central e da Zona Leste do município. Ao todo são 43 unidades destinadas aos materiais recicláveis e 70 destinados ao lixo comum. Os materiais depositados nos conteineres são recolhidos conforme cronograma estabelecido pela Secretaria de Meio Ambiente, sendo que as unidades de lixo comum são lavados e higienizados pelo menos a cada 15 dias.

 

Os contêineres evitam o mau cheiro em frente às residências, ocorrência de cachorros rasgando os sacos e espalhando os resíduos, presença de moscas e derramamento de líquidos. Com relação às unidades de recicláveis, os resíduos coletados são enviados a cooperativa de reciclagem Recicoplast, onde são separados e destinados de forma correta. A destinação correta do lixo reciclável é importante e auxilia para o aumento da vida útil do Aterro Sanitário, diminuindo os impactos ocasionados com a extração de recursos naturais e contribuindo com os funcionários da cooperativa de reciclagem.

 

Assessoria de Imprensa

 

Comentários

Notícias relacionadas