fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Russo campeão mundial dos pesados elimina brasileiro no boxe


Juan Nogueira, de 29 anos, fez um combate parelho e aberto, mas a decisão da arbitragem foi por unanimidade a favor de Evgeny Tishchenko

Pelas oitavas de final do boxe na categoria peso pesado (até 91kg), o brasileiro Juan Nogueira, 29 anos, enfrentou um dos cabeças de chave da categoria e atual campeão mundial, Evgeny Tishchenko. Juan mostrou agressividade e levantou a torcida, mas não conseguiu impedir a vitória do russo nesta segunda-feira (08.08), no ringue montado no Pavilhão 6 do Riocentro. Por decisão unanime dos árbitros (3 a 0), Tishchenko seguiu para as quartas de final.

Juan Nogueira é o primeiro lutador peso pesado brasileiro a disputar uma Olimpíada. “Estou satisfeito com o meu rendimento. Mesmo ele sendo o atual campeão mundial, fiz uma luta muito parelha. Não saí com o resultado que esperava, mas a participação olímpica foi satisfatória, já que sou o primeiro pugilista de 91kg a lutar nos Jogos”, disse Nogueira, atual número 19 do ranking da Associação Internacional de Boxe Amador (AIBA).

O combate com o russo foi a segunda luta do paulista no Rio 2016. A estreia foi com vitória contra o australiano Jason Whateley, por 3 rounds a 0. Nogueira agradeceu o apoio da torcida que o apoiou do início ao fim. “Foi uma grande motivação escutar o meu nome na boca dos brasileiros nas arquibancadas. Estou acostumado a lutar fora do país, e sentir todo esse calor do povo foi um sonho realizado”, conta.

 

Oitavas de final - Juan Nogueira (by Ministério do esporte)
“Estou satisfeito com o meu rendimento. Mesmo ele sendo o atual campeão mundial, fiz uma luta muito parelha”, Juan Nogueira.

 

O boxe é um dos esportes que mais sofreram mudanças na forma de disputa no Rio 2016. A mais visível ao público foi o fim da utilização de capacetes pelos homens. Obrigatório desde Los Angeles, em 1984, os protetores de cabeça foram retirados e o público pode identificar mais claramente os atletas. O esporte também sofreu mudanças no sistema de pontuação e a liberação de profissionais no ringue olímpico.

Os combates seguem até 21 de agosto no Pavilhão 6 do Riocentro. A fase preliminares serão até o dia 11, com as semifinais nos dias 12 e 13 e a distribuição de medalhas a partir do dia 14.

A luta

O combate foi dinâmico. Desde o primeiro round o brasileiro adotou uma postura ofensiva, com ritmo de luta. O russo soube aproveitar a vantagem da envergadura maior do que a do brasileiro. Com bons cruzados, Tishchenko venceu o primeiro round.

No segundo, o brasileiro conectou bons golpes, o que levantou a torcida na arena de boxe. O russo passou a adotar uma postura mais defensiva, mas o brasileiro não conseguiu furar o bloqueio do russo.

O último assalto foi o melhor de Juan Nogueira. Nitidamente mais agressivo, o brasileiro conectou bons cruzados, abusou dos diretos e dos jabs, mas precisava ser bem superior ao russo para vencer a luta. O campeão mundial confirmou o favoritismo e garantiu uma vaga nas quartas de final.

08082016_boxe_juan.jpg
Juan Nogueira durante o combate contra o russo Tishchenko no Pavilhão 6 do Riocentro. Foto: Danilo Borges/Brasil2016.gov.br

Breno Barros, brasil2016.gov.br

Comentários

Dennis Moraes