fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

RMC tem queda de vagas no mês de dezembro

Desemprego foi maior entre pessoas de 30 a 39 anos, sendo que as mulheres representam 56% do total de desempregados no período

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) fechou o mês de dezembro com saldo negativo de 8.761 postos de trabalho, segundo estudo do Observatório PUC-Campinas. O resultado ruim puxou para baixo o número de novos postos de trabalho acumulado no ano, que fechou com a geração de 7.153 vagas na região. ( VEJA O ESTUDO COMPLETO AQUI !)

De acordo com a economista da PUC-Campinas, Eliane Navarro Rosandiski, que fez a análise dos dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), a queda nos postos é sazonal. “A diminuição do emprego está relacionada a queda acentuada setor de serviços e indústria”, finalizou.

O levantamento revelou que as mulheres foram as mais afetadas pelo desemprego, representando 56% do saldo negativo da RMC. A redução de vagas também atingiu pessoas com maior nível de escolaridade, sendo que 3.169 desempregados possuem nível superior.

Outro fator que chama a atenção é a idade, houve a diminuição de 2.729 postos de trabalho para pessoas com idade entre 30 e 39 anos e 1.964 para quem tem entre 40 e 49 anos.

O Município de Campinas, que apresentou a maior perda líquida de postos de trabalho: -2.070, seguido pelos municípios de Sumaré e Americana, com quedas de 1.669 e 818 respectivamente

Observatório PUC-Campinas

O Observatório PUC-Campinas é responsável pelo monitoramento de dados socioeconômicos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) e está, atualmente, amparado em quatro eixos temáticos: Atividade Econômica/Comércio Internacional; Emprego/Renda; Sustentabilidade/ Desafios do Milénio; e Indicadores Sociais. Os estudos se estruturam na seleção de indicadores e análise sistêmica de dados que podem ser usados em diversos setores da sociedade.

 

Comentários

Dennis Moraes