SB24Horas

Notícias na hora certa!

Riscos de pintura no automóvel: confira 3 maneiras de resolver o problema

Apesar de incomodar, existem alguns métodos de se eliminar os riscos na lataria do seu carro

 

É praticamente inevitável garantir que seu carro saia ileso de alguns riscos; afinal, a lataria é uma das partes mais sensíveis de qualquer automóvel. O menor dos atritos pode ser o suficiente para riscar superficialmente a pintura, e, na maioria das vezes, isso é causado por fatores que não podemos controlar. O simples fato de o veículo estar estacionado já permite que qualquer elemento ao redor acabe causando esse inconveniente, mas a boa notícia é que existem algumas alternativas para resolver o problema.

Abaixo, separamos alguns dos métodos mais eficazes para eliminar riscos de automóveis. Confira!

Limpeza

Não é possível remover um risco com água e sabão, mas o primeiro passo antes de tomar qualquer atitude é fazer uma boa limpeza na lataria do veículo, com destaque para a área riscada. Indo além de uma lavagem superficial, o ideal seria fazer o processo completo, com direito a polimento e enceramento, o que de fato ajuda a eliminar riscos superficiais.

Para polir o veículo, é necessário um equipamento chamado politriz, que deve ser aplicado na área afetada por um tempo específico, de acordo com a potência do aparelho e a profundidade do risco. O enceramento também exige uma máquina de polimento, servindo como um selante da pintura. Caso nada disso resolva o problema, existem outras alternativas.

Lixamento

O lixamento já é um processo mais agressivo para a lataria, então deve ser realizado com cuidado. Ele pode ser feito com lixas comuns de diferentes grossuras ou com uma esmerilhadeira, equipamento específico para este fim. Quando o risco for superficial, uma lixa de grão 2000 já dá conta do recado, sendo necessário passá-la com cuidado apenas na região riscada, a fim de remover a primeira camada da pintura, o verniz.

Se isso não resolver o problema, é possível combinar diferentes lixas para alcançar riscos mais profundos. Nesse caso, é recomendado começar com uma de 1500, e, após remover o verniz, continuar com uma de 2000. Quem tiver o equipamento adequado só precisará regular a potência.

Kit de remoção de riscos

Uma terceira possibilidade seria comprar um kit de remoção de riscos, um pacote vendido por diversas marcas que já inclui alguns produtos e utensílios que podem ser usados na remoção dos riscos do veículo. É uma opção mais prática e fácil, já que as demais podem exigir a ajuda de um profissional.

Contudo, caso nenhuma das demais tenha funcionado, dificilmente, o kit dará bons resultados. O mais recomendado seria procurar a ajuda de um profissional.