Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Repelentes ajudam a proteger do mosquito da dengue e Zika vírus


Repelentes a base de IR3535, Icaridina e DEET

 

O mosquito da dengue já preocupava o Brasil, mas, agora, com o aumento dos casos do Zika vírus e da chikungunya os cuidados devem ser maiores. Causadas pelo Aedes aegypti, as doenças estão deixando os serviços de saúde em alerta e exigem atitudes conscientes de toda a população para eliminar os criadouros.

 

Com o objetivo de evitar que as doenças avancem, a Rede Drogal disponibiliza repelentes com vários tipos de aplicações: em gel, loção, creme ou em forma de pulseira. Para ajudar a escolher entre tantas opções disponíveis no mercado, a farmacêutica Cristina Vasconcelos Pierozzi dá algumas dicas.

 

“A primeira regra, e a mais importante, é adquirir somente os repelentes aprovados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esta é a garantia da eficácia e a prevenção de possíveis efeitos colaterais, pois suas fórmulas já foram testadas”, alerta Cristina. Outra observação é com repelentes para crianças. “Pela sensibilidade da pele, para elas existem produtos específicos, com concentração menor do princípio ativo, como o IR3535, que pode ser utilizado a partir dos seis meses de idade e em idosos. Gestantes também devem ficar atentas e, de preferência, seguirem a prescrição do médico”.

 

Em toda a Rede Drogal é possível encontrar repelentes a base de IR3535, Icaridina e DEET, com bons resultados na proteção. “As aplicações variam de acordo com a marca, mas podem ser feitas mais de uma vez no dia. Porém, não recomendamos o uso para dormir. Na dúvida, estamos à disposição para prestarmos todas as orientações aos consumidores”, fala Cristina.

 

IR3535

O repelente a base do IR 3535 é indicado para bebês acima de seis meses, é eficiente e seguro contra a picada de insetos. É atóxico e também pode ser aplicado em gestantes e idosos. É importante lavar as mãos das crianças logo após a aplicação para evitar contato com a boca e os olhos. Sua ação dura até quatro horas.

ICARIDINA

Com ação de longa duração – cerca de 10 horas –, os produtos a base de Icaridina, como o Exposis, repele todos os insetos transmissores de doenças, inclusive o mosquito da dengue. O componente não é toxico, não irrita a pele e pode ser usado em grávidas e crianças com idade acima de dois anos. Sua segurança se deve à baixa absorção pelo organismo e pode ser utilizado junto com protetores solares, já que não há interação entre eles.

 

DEET

Para quem prefere repelentes com menor tempo de duração, a Rede Drogal indica os fabricados a base de DEET, que também podem ser aplicados diretamente na pele ou nas roupas. Sua eficácia é de quase quatro horas, como os das marcas Repelex e Off .

 

A farmacêutica da Rede Drogal lembra que apesar de todos os cuidados ninguém está livre da picada do mosquito da dengue, do Zika vírus ou da chikungunya “se cada um não fizer a sua parte, eliminando os criadouros. Então, atenção em todos os lugares, principalmente no jardim e no quintal. Uma tampinha de garrafa com água parada pode ser fatal”, alerta Cristina Vasconcelos Pierozzi.

 

 

Dicas para eliminar os criadouros:

* Guarde latas e garrafas de cabeça para baixo;
* Mantenha a caixa d’água sempre fechada e com tampa adequada;
* Mantenha seu terreno sempre limpo;
* Limpe as calhas do telhado para não permitir o acúmulo de água;
* Lave com escova e sabão os bebedouros de animais domésticos e troque a água diariamente;
* Elimine os pratinhos de plantas ou encha de areia até a borda;
* Não cultive plantas aquáticas;
* Guarde pneus sem água e em locais cobertos;
* Não jogue lixo em terrenos baldios;
* Acondicione corretamente o lixo e mantenha a lixeira fechada;
* Mantenha ralos internos e externos fechados ou jogue desinfetante frequentemente.

 

 

Assessoria de imprensa

 

Comentários

Dennis Moraes