Quer trabalhar na copa?

Mascote oficial do Mundial, o Fuleco, ao lado de funcionários nas obras: estimativa é de serão necessários 36 mil trabalhadores para o evento

Inscrições para trabalhar na Copa terminam este mês

Quem quiser trabalhar durante a Copa no Brasil deve correr. As inscrições para processos seletivos se encerram em poucos dias e até final do mês, de acordo com informações da Fifa, organizadora oficial do evento.

Na área de licenciamento e merchandising, o processo de seleção é feito por licenciados em momentos diversos. No entanto, a seleção para trabalhos nos estádios começou em fevereiro em todas as doze sedes.

A previsão de término do processo de contratação de 1500 temporários que irão trabalhar nos estádios termina em meados deste mês. Os demais ficarão em aeroportos, megalojas, quiosques e festas da Fifa. Nestes casos, o processo de seleção ocorrerá entre abril e junho.

Na área de hospitalidade, todos os 22 mil postos serão localizados nos estádios. Parte dos trabalhadores que foram contratados na Copa das Confederações irão trabalhar novamente durante a Copa.

O processo de seleção para completar a força de trabalho irá até meados deste mês, de acordo com o tipo de função, variando de catering a serviços de hospedagem.

A CSM Catering, parte do Grupo CSM, organiza um processo de seleção que se estende por oito semanas para 12 mil brasileiros com mais de 18 anos que desejam trabalhar na área de alimentação nos estádios das cidades sede. O recrutamento termina no dia 30.

O site também anuncia os últimos dias de inscrições para quem quiser atuar como recepcionista durante o evento. Para se inscrever, basta acessar o hotsite.

A Fifa estima que serão necessários ao todo 36 mil trabalhadores para atuar diretamente no evento nas 12 cidades-sedes do evento esportivo.

IG

Comentários

Notícias relacionadas