fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Quando a fobia para a sua vida

Saiba identificar a patologia e também como fazer ela sumir

 

Você viaja para o campo, mas não consegue colocar os pés na grama. O pavor toma conta do seu corpo, você começa a suar, tremer, surge até mesmo uma vontade de chorar. Tudo isso porque te assombra a possibilidade dos seus dedos encostarem em uma aranha. É assim que funciona uma fobia. Diferente do medo, que todos nós temos de determinadas situações, objetos ou animais que causam uma ameaça real à nossa segurança, a fobia paralisa e tira o poder de escolha da pessoa.

Pode-se usar como exemplo uma aranha, mas existem vários outros tipos de fobias, como a de falar em público. Segundo uma pesquisa feita em 2015 pelo jornal britânico Sunday Times, o medo paralisante de falar em público foi mencionado por 41% dos entrevistados, ficando até mesmo na frente do medo de ficar doente e morrer (19%). E se aquela promoção exigir falar com segurança para muitas pessoas, como fazer?

Uma solução é a hipnose. Primeiro é importante deixar de lado o misticismo que envolve o termo: a hipnoterapia é aceita e assegurada como tratamento alternativo pelas associações médicas e odontológicas. “A hipnose trata a emoção causadora deste transtorno. O que eu vejo, o que eu sinto, que imagem eu relaciono com isso e por que meu corpo reage de forma inesperada. A hipnose trabalha por trás do problema”, complementa o hipnoterapeuta especialista em fobias e PNL (Programação Neurolinguística), Wanderley Santana.

Uma das técnicas utilizadas dentro da hipnose é a dessensibilização sistemática, que consiste na aproximação sucessiva ao objeto/animal/situação de disparo, fazendo com que o cérebro se acostume. Essa técnica é muito utilizada através de outros tipos de terapia, mas em situação de transe a resposta ao tratamento é mais rápida e menos invasiva.

Outra técnica é a regressão. “Neste tipo de tratamento, regressamos para identificar quando foi que ela sentiu aquele medo pela primeira vez e qual foi a situação motivadora daquela fobia, porque muitas vezes o paciente quando era criança passou por alguma coisa boba que nem tinha relação com o objeto da fobia. Mas através da ressignificação, conseguimos neutralizar aquela emoção. Então, quando ela se colocar naquela situação de novo, em vez de sair correndo ou travar, ela passará a ter uma resposta normal”, explica Santana.

Para tratamento de fobias, o paciente pode precisar de 1 a 3 sessões. A maioria consegue um resultado satisfatório em apenas uma sessão. A importância de tratar a fobia, reafirma o hipnoterapeuta, é retomar o controle da vida. “É voltar a ter o poder de escolha, de pisar na grama sem medo ou aceitar aquela vaga mesmo quando precisará palestrar para várias pessoas”.

 

Sobre Wanderley Santana

Wanderley Santana é um profundo estudioso da mente humana e apaixonado por transmitir conhecimento. Possui diversas certificações em hipnose, dentre elas, a hipnose clínica pela OMNI – Hypnosis Center, a maior escola de hipnose do mundo e a única com certificação ISO 9001.

Membro da National Guild of Hypnotists – NGH e da International Board of Hypnosis and Education – IBHEC – USA, uma das organizações de hipnotistas mais antigas e respeitadas mundialmente, e certificado em PNL – Programação Neurolinguística pelo INLP Center – USA – California, reconhecido pela International NLP Association, nos níveis Practitioner, Master Practitioner, NLP Trainer and Practitioner for Sales.

?

Trainer em Hipnose pela IHA – International Hypnosis Association – USA, sendo o único habilitado a fornecer essa certificação no Brasil. Certificado também como professor de inglês pela University of Cambridge, tendo obtido o CELTA – Certificate in English Language Teaching to Adults. Atua também como examinador oral nos testes de Proficiência pela University of Cambridge, sendo pioneiro no desenvolvimento de um protocolo para aprendizado acelerado do idioma usando Hipnose.

contato@wanderleysantana.com.br

Comentários

Dennis Moraes