fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Saúde Variedades

Quais são os problemas bucais mais comuns?

Um indivíduo pode chegar à clínica dentária por diversos motivos. Normalmente, quando as consultas periódicas não são realizadas da maneira correta, a ida ao profissional pode apontar que algo não está certo com a sua saúde bucal.

 

Uma boca saudável deve estar livre de dores, desconfortos e doenças. Nem por isso, entretanto, você deve deixar as visitas à clínica dentária de lado. Para casos em que o paciente possui a saúde bucal em dia, as consultas devem ser realizadas pelo menos uma vez a cada seis meses.

 

Entretanto, sabemos que não é o que ocorre entre a maioria dos brasileiros, por mais preocupados que estejam com a sua saúde. Por esse motivo, veja quais são os principais problemas bucais que atingem a boca dos indivíduos e se você precisa procurar por uma clínica dentária imediatamente.

Cáries

A cárie é uma doença comum que atinge grande parte dos brasileiros atualmente, já que a alimentação é rica em carboidratos e açúcares, o que favorece o surgimento desse problema.

 

Sendo assim, quando as bactérias existentes na boca entram em contato com esses alimentos, elas liberam uma substância ácida que causa a desmineralização dos dentes e, consequentemente, as cáries.

 

As cáries são pequenos orifícios, a princípio, que podem aparecer tanto na superfície de contato dos dentes, como também entre eles. Quando não tratadas logo no começo, pode haver a necessidade de um canal dentário para que o dente não seja completamente perdido.

 

Muitas pessoas têm dentes cariados e não percebem, pois, normalmente, só sentem dor de dente quando a cárie já está em um estágio mais avançado. Por esse motivo, as consultas regulares à clínica dentária são importantes, pois é possível realizar uma restauração dos dentes pelo convênio dentário

 

Primeiramente, na clínica dentária o dentista deve remover a parte deteriorada do dente, limpar a região e, então, adicionar o material de restauração.

 

Esse é um procedimento considerado simples, mas que pode trazer grandes benefícios para a saúde bucal do indivíduo, inclusive melhorando a sua qualidade de vida. Em casos em que a cárie está em estágio avançado, a solução é o tratamento do canal dentário. Esse processo já é um pouco mais complexo, uma vez que atinge a polpa do dente.

Doenças gengivais

A gengivite é o primeiro estágio das doenças gengivais. Ela ocorre por conta da formação da placa bacteriana que se instala nos dentes e nos sulcos gengivais (espaço em que o dente encontra a gengiva).

 

Essa condição é uma inflamação que pode afetar um ou mais dentes e pode facilmente ser revertida com uma higienização bucal adequada, já que a placa bacteriana (ou biofilme) é uma camada pegajosa que se forma devido aos restos de alimentos que não são devidamente retirados após as refeições, com o acúmulo prolongado das bactérias.

 

Quando a gengivite não é devidamente tratada, pode evoluir para a periodontite e atingir os tecidos ao redor do dente, que promovem sua sustentação. Em alguns casos mais graves, pode causar a perda dentária, o que prejudicaria o seu objetivo de ter um sorriso lindo.

 

A causa mais comum para essa doença é a má higienização bucal. Como dito anteriormente, a placa bacteriana é formada por conta do acúmulo de partículas de alimentos que podem ficar presos entre os dentes ou até mesmo nas papilas da língua.

 

Dessa forma, quando as escovações não são realizadas da maneira adequada, ou quando o indivíduo não tem costume de fazer uso do fio dental, as placas bacterianas não são devidamente retiradas.

 

Durante as consultas regulares na clínica dentária também é possível que o dentista realize a limpeza especializada, retirando todo indício de placa bacteriana. Dessa forma, é possível garantir uma boca mais saudável graças a prevenção realizada.

Mau hálito

O mau hálito está presente em todos os indivíduos, mas é importante saber quando o seu aparecimento é comum e quando já é uma condição que deve ser levada à clínica dentária.

 

Ao acordar, é normal estar com mau hálito. Isso ocorre devido ao baixo fluxo de saliva durante a noite, entretanto, muitas pessoas têm esse problema bucal mesmo após realizar as higienizações, o que não é o normal.

 

Atualmente, os profissionais encontram mais de quarenta razões diferentes para o mau hálito, mas a maioria das vezes em que ocorre está diretamente ligada à má higienização bucal.

 

Muitas pessoas acreditam que o importante é realizar as escovações sem se atentar à maneira como realiza. É importante pergunta ao profissional a maneira correta de escovar os dentes, pois isso pode fazer diferença.

 

Além de ser necessário escovar todas as superfícies do dente, assim como de todos os lados e também na arcada superior e na inferior, é igualmente importante a escovação da língua.

 

Isso porque quando nos alimentamos, alguns restos de alimentos ficam presos nas papilas da língua, que acabam entrando em contato com as bactérias e causando o mau hálito. Por esse motivo, a escovação é essencial.

 

A placa bacteriana e o tártaro também são outro ponto para a halitose. Por esse motivo, realizar as consultas regulares à clínica dentária são tão importantes, assim como realizar as escovações da maneira correta e passar o fio dental diariamente. 

 

Caso seja necessário procurar por um profissional que realize esses procedimentos, é possível encontrá-lo na internet, devido às estratégias de marketing digital na odontologia que os profissionais têm investido cada vez mais, garantindo que consigam ser encontrados por aqueles que precisam.

Comentários