fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Quais são as vantagens de comprar um imóvel na planta?

Imagem de Photo Mix por Pixabay

Possuir o próprio imóvel é um sonho comum a muita gente e com certeza encabeça a lista das maiores aquisições que se faz ao longo da vida, seja para morar ou mesmo como uma forma de investimento.

 

Comprar um imóvel na planta traz diversas vantagens, mas também inúmeras dúvidas, angústias e ansiedade.

 

Uma pergunta comum neste momento é como fazer um investimento que seja seguro e rentável, ao mesmo tempo? Vamos analisar as variáveis desta negociação.

 

Ao encontrar um apartamento para comprar na planta você pode ter uma economia de 20% a 35% dos valores daqueles que já estejam prontos, podendo chegar inclusive a 50% com a entrega das chaves, segundo dados do Índice Nacional de Construção Civil (INCC).

 

A lógica é bem simples. Ao adquirir o imóvel na planta, o comprador auxilia financeiramente a construtora na edificação do prédio ou casa. Desta forma, torna-se parte fundamental do empreendimento, pois investe mesmo antes da construção.

 

A vantagem para a construtora é que ela dependerá menos de recursos bancários (menos juros) e ela transfere parte deste benefício para o comprador.

Qual o perfil de quem compra um imóvel na planta?

Realizar este tipo de compra é uma decisão mais apropriada para quem não tem urgência em mudar-se para a nova moradia e também não se incomoda com o fato de morar em regiões mais afastadas da área central das cidades, já que estes territórios geralmente já estão bem ocupados.

 

Outro ponto importante é o fato de não precisar ou obrigar o pagamento do valor total necessário para o ato da compra, ou seja, pagar à vista.

 

Este tipo de negociação costuma exigir o investimento de 30% do saldo durante a construção do imóvel e o saldo restante é pago após a conclusão da obra.

 

Um conselho valioso é avaliar se você tem condições financeiras de arcar com os valores das parcelas durante o período de vigência da negociação para evitar surpresas indesejáveis no futuro.

 

Na maioria das vezes quem deseja adquirir um imóvel na planta já vive de aluguel e vê nesta opção a possibilidade de ter a tão sonhada casa própria, mas esquece de planejar as parcelas que serão quitadas antes da entrega, o que acaba sobrecarregando o orçamento mensal.

 

Planejamento é o segredo!

Como funciona a compra de um imóvel na planta?

Ao iniciar uma nova obra, as incorporadoras utilizam os recursos investidos na compra na planta ou de financiamento para arcar com parte dos gastos. Caso contrário, teriam que ter este dinheiro disponível em caixa para realizar o empreendimento.

 

Desta forma, conseguem também parcelar o valor da entrada em mensalidades a serem pagas durante a construção.

 

Esse tipo de estratégia é útil para ela levantar recursos para o empreendimento e também para o cliente, pois tem a aquisição facilitada em parcelas mais suaves do que o financiamento padrão.

 

Ao optar pela compra de imóvel na planta, a providência mais importante a ser tomada é se certificar sobre a reputação da empresa responsável pelo empreendimento.

 

Ela é de confiança e cumpre os prazos acordados?

 

Pesquise a fundo sobre a qualidade da construtora, se possui boa transparência, se possui bons antecedentes capazes de lhe ajudar na tomada de decisão, quanto ao prazo de entrega, se lhe atende as condições de juros e sempre considerando os riscos externos como falta de materiais ou mão de obra.

 

Investigue outros imóveis já entregues por ela, consulte a prefeitura e veja se a planta do imóvel foi aprovada.

 

É importante que o consumidor faça uma boa leitura de forma completa e atenta do contrato e, em caso de dúvidas referentes às cláusulas, procure um advogado de confiança ou ainda um órgão de proteção e defesa do consumidor, como o Procon.

 

Observe pontos importantes no contrato como a localização do empreendimento, a área completa, área comum do imóvel, data de registro, o valor do sinal pago como entrada, a forma e o local de pagamento.

 

Atenção ainda quanto ao preço e as taxas de juros de mora e financiamento e qualquer outra cobrança que possa ser feita no momento de entrega das chaves. O contrato deve estabelecer também eventuais reajustes durante o período da obra, de forma clara, precisa e objetiva.

 

Enfatiza-se que devem ser estudadas possíveis cláusulas abusivas para evitar transtornos futuros como, por exemplo, o direito de atraso na obra. Neste caso poderá haver prejuízos ao consumidor que terá que aguardar longa data para receber o imóvel.

 

Se isso acontecer, o consumidor tem o direito, se questionar judicialmente, de cancelar o contrato e receber integralmente os valores pagos e com correção monetária, além de ser ressarcido pelos gastos provocados em função do atraso.

 

É prudente guardar tudo que envolve a compra, desde o material de divulgação, fluxo de pagamento, nomes e tudo que for possível servir como prova em caso de imprevisto.

Quais são as outras vantagens de comprar um imóvel na planta?

A garantia de venda é o fator principal que barateia o custo de um imóvel, pois a partir do momento que o consumidor começa a pagar por algo que ainda não foi construído, a empreendedora já deduz que aquele bem ficará ocupado quando finalizado.

 

Isso significa que o dinheiro empregado não estará parado, já que o imóvel não estará esperando por um comprador. Caso contrário, o investimento ficaria parado, sem uma expectativa de retorno.

 

Além de preço bom, o imóvel na planta oferece outras vantagens:

 

Você terá tempo para se organizar para o pagamento das prestações, planejar e comprar os móveis e eletrodomésticos com calma, de acordo com as características do seu imóvel.

 

Com os prazos estabelecidos no contrato poderá se programar e até fazer uma poupança para decoração, gesso, piso,etc, deixando tudo do jeito que quer.

 

Ter a certeza de que irá ocupar instalações novas e infraestrutura moderna, com garantia pela construtora em caso de vazamento ou outros problemas inerentes à construção sem custos adicionais.

Quais riscos posso ter ao comprar um imóvel na planta?

Apesar das vantagens mencionadas, é importante ter muita atenção, já que este é um investimento de longo prazo e que conta com alguns riscos, tais como:

 

  • Atraso na obra;
  • Gastos com reformas em razão de defeitos ou problemas estruturais da construção;
  • Entrega diferente do que foi prometido na venda.

 

Enfim, não se pode descartar a possibilidade de descumprimento de cláusulas contratuais por parte da construtora, por isso o mais prudente é se cercar de todos os cuidados antes da compra.

 

Se você tomar os devidos cuidados e ter um bom planejamento financeiro, investir em um imóvel na planta será uma boa medida para ter mais tranquilidade no futuro.

Comentários