ter. jan 28th, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Quais os principais cuidados a se tomar com seu veículo durante uma revisão?

A revisão automotiva é imprescindível para garantir um desempenho satisfatório do veículo, assim como a segurança do proprietário e de outros motoristas.

Essa medida é extremamente necessária uma vez que ao longo do tempo é normal que problemas apareçam devido a desgastes, ou mesmo o tempo de uso e outras possibilidades.

Embora existam elementos que exigem maior atenção nas revisões e que serão abordados em breve, o processo completo abrange os seguintes itens:

  • Sistema elétrico;
  • Alinhamento e balanceamento;
  • Amortecedores;
  • Pneus;
  • Sistema de ignição;
  • Kit de segurança;
  • Motor;
  • Filtros e Óleos;
  • Iluminação;
  • Fluido, disco e pastilha do freio.

 

Quando se fala em inspeção de carros, é válido abordar a responsabilidade do proprietário, pois é imprescindível que exista uma conduta cuidadosa não apenas nas vias diante sinalizações e condução adequada, como também na preservação do automóvel.

Inclusive, esse é um fator abordado no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) no artigo 27. Nele, é especificado que há a necessidade de verificar – antes de conduzir – a situação das peças e equipamentos de um veículo, bem como a quantidade de combustível.

Sendo assim, não é preciso aguardar que o carro tenha qualquer tipo de problema para recorrer a um serviço especializado. 

Nesse cenário, não você não precisa esperar que o automóvel falhe durante a viagem devido a bateria. 

Contudo, é preciso contar com o auxílio de um cabo bateria automotiva, para que quando for necessário ele carregue a bateria e o sistema elétrico volte a funcionar adequadamente.

Vale mencionar ainda que cada modelo conta com um cronograma de manutenções programadas e é fundamental que exista atenção a cada prazo.

Quando realizar a revisão?

De um modo geral, a frequência da revisão é averiguada de acordo com o período de utilização do automóvel ou de sua quilometragem.

Basicamente, é recomendado que seja realizada a cada semestre ou a cada 10 mil quilômetros. 

No entanto, é interessante citar que varia muito entre os modelos e, por essa razão, é válido conferir as informações que constam no manual ou recorrer a um profissional.

Há outros pontos que variam nesse cenário, por exemplo, o balanceamento automotivo deve ser realizado a cada 10 mil km, enquanto o filtro de ar condicionado têm indicação de ocorrer a cada 15 mil km.

Dessa forma, o processo se mostra como uma alternativa favorável para evitar transtornos severos ao longo do caminho e até mesmo acidentes, uma vez que garante um direcionamento adequado das rodas.

A revisão automotiva para viagem também é de grande importância, principalmente ao considerar caminhos mais longos comumente enfrentados pelos veículos.

No entanto, nesse caso é importante redobrar o cuidado em relação ao agendamento para a revisão, pois garantir que seja realizada com antecedência pode ser vantajoso caso seja necessário corrigir algum tipo de problema.

Há ainda distinções entre as revisões de veículos seminovos e novos em relação ao cronograma. 

No caso dos automóveis novos, os primeiros processos são realizados na concessionária.

Já ao se tratar dos seminovos, antes de adquirir é crucial questionar a respeito do estado do carro, rodagem e últimas revisões. 

Isso porque esses são dados indispensáveis para evitar prejuízos significativos e garantir um custo-benefício mais significativo.

Quais pontos exigem maior cuidado?

Conforme abordado, uma série de elementos devem ser analisados no decorrer das revisões, porém, há alguns que exigem atenção redobrada, tais como:

1. Motor

É um dos componentes do veículo em que problemas mais complexos e relativamente de maior prejuízos podem surgir.  Entre os principais métodos adotados está a verificação de vazamento de óleo do motor.

Isso se deve ao fato de que o óleo do motor apresenta como função evitar o desgaste excessivo nos elementos internos devido ao atrito. 

Ainda mais; por apresentar data de validade, ele deve ser trocado com certa regularidade. Afinal, conduzir o veículo com o óleo vencido pode elevar as chances de desgastes.

2. Velas de ignição

Para que o motor possa operar, é preciso que uma faísca seja gerada na câmara de combustão e as velas de ignição atendem essa funcionalidade.

Sendo assim, quando há problemas nesses itens, todo o sistema de ignição, inclusive os cabos, podem ser comprometidos.

Como resultado, há possibilidade de observar uma redução significativa na potência do motor e, assim como em outros casos apresentados, elevação no consumo do combustível.

É válido abordar que proprietários que contam com injeção eletronica automotiva dispensam as velas de ignição.

Isso porque, nesse caso, tratam-se de velas resistivas. Elas são compostas por resistor cerâmico e são fundamentais para amenizar as interferências eletromagnéticas do sistema.

Todavia, a preocupação com um bom funcionamento deve ser a mesma em todos os veículos, independente da tecnologia empregada.

 

3. Sistema de frenagem

Sabidamente, os freios são cruciais no controle do veículo, principalmente para evitar colisões.

Dessa maneira, é indispensável que elementos como o óleo, disco e pastilha sejam cautelosamente analisados e preservados.

É válido citar que a importância do fluido está associada – principalmente – com o fato de que esse recurso tem como funcionalidade realizar a transmissão da pressão do pedal até as rodas.

Um exemplo de situação que poderia ser causada devido ao estado inadequado do fluido seria um período mais longo para a frenagem, o que certamente colocaria todos do veículo e pessoas ao redor em risco.

4. Amortecedores

Certamente, quando se fala em segurança e qualidade para qualquer tipo de percurso, a estabilidade do veículo tem um papel significativo.

Nesse contexto, os amortecedores se destacam por preservarem o contato dos pneus com a superfície.

Entre alguns sinais de que há problemas com esses elementos é possível citar ruídos associados a suspensão ou trepidações durante o trajeto. 

Desse modo, vale destacar que dependendo da condição da peça, há necessidade de substituição.

5. Filtros de ar

A revisão dos filtros de ar tem grande significado devido ao fato de serem cruciais para a retenção de impurezas.

Dessa maneira, evita-se que áreas do motor sejam acometidas, o que poderia resultar ao longo do tempo na obstrução de válvulas.

Há ainda outros problemas que podem surgir a partir dessa condição, por exemplo, um maior consumo de combustível. 

Portanto, em locais em que a poeira e outros fatores nocivos são intensificados, há recomendação para que a revisão seja realizada em intervalos mais curtos, como a cada 5 mil quilômetros.

 

Como encontrar um local confiável?

Certamente, é imprescindível que exista cautela com o tipo de local selecionado para o procedimento. 

A confiança faz toda a diferença nesses momentos e, para obtê-la, alguns passos podem ser seguidos. São algumas sugestões:

  • Buscar referências;
  • Avaliar o suporte;
  • Obter opiniões de clientes;
  • Pesquisa de orçamentos.

Naturalmente, contar com oficina mecânica completa também tem grande importância, principalmente para assegurar que o local apresenta as ferramentas necessárias para que uma revisão detalhada seja efetuada 

É fundamental que os condutores tenham a tranquilidade de que cada processo, principalmente a substituição de elementos, está sob o comando de profissionais qualificados e que peças originais serão aplicadas.

Caso seja necessário reparar alguma batida leve, com serviços como martelinho de ouro express, o mesmo cuidado deve ser tomado.

Além disso, se for possível, o orçamento deve ser alinhado no mesmo local responsável pela revisão, uma vez que já tem a confiança do proprietário.

De qualquer forma, a clareza antes, durante e após qualquer trabalho também é uma garantia. 

Antes de fechar qualquer serviço, é interessante solicitar a aprovação do orçamento e o mais vantajoso de realizar a pesquisa é que diversos locais atuam com valores fixos para revisões.

Todavia, sejam quantias fixas ou não, obter o diagnóstico do veículo e ter a chance de escolher o que será realizado com suporte profissional é de grande importância, principalmente ao considerar o planejamento financeiro e transparência no serviço.

A lucidez das atividades também pode ser reforçada pelo acompanhamento, assim como a prestatividade dos profissionais no momento da entrega do automóvel.

Dicas de preservação para o veículo

Sem dúvidas, a revisão automotiva tem um grande significado para os motoristas. Porém, é indispensável abordar o fato de que algumas medidas podem ser adotadas no dia a dia em prol da preservação do automóvel.

Naturalmente, esses processos não excluem a necessidade das revisões, apenas contribuem com seu desempenho e redução de possíveis danos.

Vale ressaltar a necessidade de verificar o óleo do motor e, além disso, deve-se realizar a calibragem adequada dos pneus. 

Para isso, é preciso ter conhecimento da regulagem indicada pelo fabricante, normalmente apontada no manual.

Ainda mais, os pneus traseiros e dianteiros possuem exigências distintas e tudo dependerá do aro utilizado para identificar a pressão adequada. Isso porque, quanto maior o peso, a pressão se elevará.

Prezar pelo balanceamento e alinhamento automotivo também é indispensável; pois, conforme citado, tem relação com o direcionamento das rodas, sendo que muitas vezes as queixas estão associadas com a desarmonia em relação ao volante.

Processos mais avançados, como alinhamento e balanceamento a laser podem ser mais ágeis e garantir resultados mais assertivos em relação a diversidade de medidas.

Testar as luzes de ré, setas, faróis e os freios também é de grande importância para o funcionamento correto do carro. 

Caso ruídos ou falhas sejam detectadas, é crucial recorrer imediatamente a um profissional qualificado.

Além dos aspectos abordados ao longo do texto, é válido citar que independente do caso, o ideal é que a revisão não seja realizada perto do término de prazos, pois esse tipo de ação pode ocasionar em maiores prejuízos e no risco de acidentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários