Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Quais os benefícios do Brand Storytelling?

O Brand Storytelling vem revolucionando as formas de conversar com o público, mostrando a relevância de sua história dentro da comunidade na qual atua e revelando ao público os princípios e propósitos que construíram seu negócio.

 

Quanto maior for a proximidade com clientes, por meio de histórias emocionantes e reais, maiores são as chances de engajamento nas principais mídias onde veiculam suas comunicações, criando uma base de consumidores fiéis.

O que é Brand Storytelling?

Brand, em português marca ou empresa, é um dos termos mais utilizados dentro da comunicação, em especial aliado ao storytelling, que é uma tradução livre para contação de história, nesse caso, referente à concepção e atualização de uma companhia.

 

O Brand storytelling funciona como uma maneira de comunicar ao cliente sobre o que faz parte da criação e da história da empresa, algo que impacta diretamente naquilo que ela trabalha no presente e deseja para o futuro, criando uma conexão verdadeira.

 

Por exemplo, uma empresa de inspeção de ancoragem pode utilizar o storytelling em uma campanha de publicidade para homenagear a empresa pela década de funcionamento, mostrando aos consumidores da marca tudo o que o negócio já passou.

 

Dentro dessa comunicação é comum que as empresas compartilhem mais sobre as principais vitórias iniciais, algumas derrotas, pessoas que fizeram parte da história, dentre outros elementos que humanizam e trazem maior identificação.

 

Essa técnica é importante para que uma empresa disfarçe possíveis distanciamentos do cliente, retirando uma possível imagem de inabalável e inacessível, e criando de fato um relacionamento próximo, apesar das distâncias físicas que muitas vezes ocorrem.

 

Histórias são as principais formas de manter um brand storytelling. É por meio dessa narrativa que consumidores e pessoas que, até mesmo, não conhecem a empresa podem entender e sentir tudo aquilo que seus criadores sentem com a companhia.

 

O ideal dessa prática é que exista um laço de emoção, tal como em filmes e séries que estamos acostumados a acompanhar e consumir, e que muitas vezes nos leva a emoções como felicidade, tristeza, raiva, medo e alegria.

 

Em um comercial televisivo de uma empresa de sacola brinde corporativo, por exemplo, uma comunicação baseada no brand storytelling pode deixar de lado a venda direta, e incorporar uma história de vida sobre o dono da empresa, por exemplo.

 

Quanto maior for a comunicação sobre questões pessoais, que envolvem a força de vontade de uma empresa continuar na ativa, como propósito, mais pessoas se interessarão e terão a oportunidade de criar uma ligação, torcendo e ficando feliz pelas conquistas.

Entenda de que forma utilizar na comunicação

Uma comunicação empresarial geralmente acontece a partir de uma vontade inicial, uma ideia que a empresa tem que irá impactar em áreas onde, possivelmente, existe preocupação por melhorias, como vendas escassas ou falta de conexão da identidade.

 

Por exemplo, uma companhia de reciclagem pode ter promovido uma ação de recolhimento de embalagens de papelão preço em uma cidade, com o foco não apenas de um cuidado ambiental, mas para colocar em evidência a história de seu criador.

 

De uma só vez é possível aumentar o conhecimento pela marca por meio de uma história que aconteceu, e também aumentar a procura por clientes que desejam fazer doações para a empresa, buscando auxiliar o propósito informado no comercial.

 

Por outro lado, muitas empresas utilizam a oportunidade de uma comunicação com brand storytelling para colocar a empresa em reconhecimento geral no mercado, atingindo públicos que ainda não a conheciam, mesmo com anos de funcionamento.

 

Digamos que uma empresa de escada de piscina inox, ao criar uma comunicação nas redes sociais baseada no brand storytelling, foca em alcançar o reconhecimento de possíveis clientes de outras partes da cidade, evidenciando seu tempo de atuação.

 

Independentemente da ideia inicial que uma empresa tem em incitar um tipo de contato próximo por meio de histórias e realidades da empresa, algo que pode ser utilizado, inclusive, para casos de melhoria de imagem, a comunicação deverá sempre ser feita de forma ideal.

 

Ou seja, para que uma ideal chegue ao consumidor final de, por exemplo, rótulos personalizados, é interessante que ela seja amplamente divulgada para o público certo, nas redes e canais onde ele está, como no caso de conteúdos em:

 

  • Redes Sociais;
  • Newsletter;
  • Comerciais televisivos;
  • Rádios;
  • Internet;
  • Dentre outros.

 

Quanto maior for a quantidade de canais onde essa campanha foi divulgada, mais ela atrai novos públicos e clientes, já que o storytelling é uma excelente arma para qualquer pessoa que se interesse por emoções e sentimentos vindos de uma história.

Benefícios dessa estratégia

Utilizar o storytelling em técnicas de comunicação com o cliente é sempre uma ótima forma de agregar benefícios duradouros dentro da companhia, visto que campanhas como essas, que envolvem histórias e sentimentos, tornam-se marcantes. 

 

Conheça abaixo algumas das principais vantagens e entenda porque essa estratégia vem sendo utilizada a anos por diferentes empresas, bem como mais lembradas por seus consumidores e concorrentes:

Aumenta o engajamento

A principal marca de uma campanha baseada em storytelling é a participação de histórias e fases marcantes de uma empresa, apresentando as pessoas e situações que fizeram parte do todo, algo que traz curiosidade e satisfação para quem está vendo.

 

Por exemplo, uma companhia de supermercados que traz como foco principal em seu comercial materiais de limpeza em atacado produzidos por mulheres de uma determinada região, agregando suas histórias de vida e seus relatos.

 

Essa conexão com o real e, melhor, com pessoas do cotidiano de um determinado local, geram mais movimentação do público, engajando a empresa com comentários, indicações e conversas dentro de grupos específicos de familiares e amigos.

Gera identificação

Colocar dentro de uma comunicação com o público questões relacionadas ao dia a dia comum dos consumidores é sempre uma maneira de trazer a realidade da empresa para além das telas de telefones e televisões, gerando identificação.

 

Por exemplo, um cliente que está vendo o dia a dia de um funcionário de uma empresa de tecnologia, que participou da construção da companhia durante anos, mostrando seu dia a dia, como entrada na empresa com cartão de controle de acesso, agrega realidade.

 

Hoje em dia, quanto mais os consumidores se enxergarem em uma empresa, ou seja, conseguirem identificar suas histórias e vivências naquela companhia, mais ela será lembrada e procurada em casos de compras e até mesmo indicações.

Humaniza a marca

A humanização, seja de uma marca ou de um produto, acontece no momento em que ela sai de um viés comercial ou plastificado de comunicação e venda, e entra na vida de consumidores por meio da realidade do dia a dia, mostrando que são acessíveis.

 

Além disso, comunicações de brand storytelling que trazem participações de pessoas reais, com seus desafios diários e suas conquistas familiares e trabalhistas, mostram para os consumidores que eles poderiam estar naquele lugar.

 

Para o cliente de uma empresa de, por exemplo, etiqueta lacre de segurança, é muito mais vantajoso investir seu dinheiro em produtos que são de uma companhia cuja identidade equivale a dele, ou que tem propósitos e uma história da qual ele aprecia.

Melhora a popularidade

Utilizar uma comunicação voltada para o storytelling é uma técnica infalível para conquistar a atenção não apenas do público de clientes, mas também de todos os leitores ou visualizadores da ação, já que campanhas emocionais fazem sucesso.

 

Muitas vezes um comercial que envolve histórias ou situações emocionantes acabam sendo amplamente compartilhados com outras pessoas. Isso se ampliou com as redes sociais, onde em minutos uma comunicação já está publicada.

 

Além disso, a empresa passa a ser mais divulgada, já que grande parte das pessoas vai se lembrar dela na hora de indicar produtos ou procurar por serviços no momento em que precisam. 

Começando o brand storytelling

Entenda qual a melhor maneira de começar o seu storytelling ou o da sua marca, agregando informações e itens que fazem parte de uma comunicação humanizada e transparente com seu público.

1. Conheça o propósito

Entenda qual o propósito da sua empresa antes mesmo de contar uma história, buscando os reais motivos de sua criação ou os desejos que ainda devem ser cumpridos para que a empresa ou seus donos se sintam satisfeitos e cada vez mais motivados.

2. Entenda a história

Entender a história da sua empresa, englobando sua cultura, a participação de funcionários e outras questões que agregaram ano após ano cada vitória conquistada são ideias no início de uma comunicação com brand storytelling.

3. Reconheça as derrotas

Uma história de criação de uma empresa não envolve apenas vitórias, tendo dentro de sua concepção situações que não foram planejadas, com resultados não esperados por seus criadores. Colocar em evidência erros e acertos também é uma ótima ideia.

Conclusão

Não existem dúvidas de que o storytelling é uma das melhores formas de comunicar para o público as intenções da marca e também mostrar como elas são constituídas, relevando suas forças e fraquezas para humanizar cada vez mais a marca.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.