Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Projetos de educação ambiental serão destaque em evento empresarial e livro do PCJ


O Curso de Empreendedorismo Socioambiental da Maestrello Consultoria foi selecionado para participar do 8º Acelera Startup, programa de incentivo à criação de empresas e que premia projetos inovadores da área. Promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o concurso chega pela primeira vez à região de Americana (SP), e será realizado em meio à Semana do Jovem Empreendedor (SJE).

Segundo Oswaldo Delfin Nogueira, diretor estadual adjunto da regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), realizadora da SJE, o Acelera Startup recebeu inscrições de projetos de todo o Brasil, mas seu objetivo é fortalecer o empreendedorismo local e reconhecer as ideias mais promissoras para o desenvolvimento econômico do país.

O concurso acontece nos dias 18 e 19 deste mês no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Americana, e contará com palestras, mentorias de especialistas, painel com agências de fomento e mediação, além de premiar as melhores ideias de empreendedorismo. Para a coordenadora do curso e diretora executiva da consultoria, Ana Lúcia Maestrello, o evento também será uma oportunidade de networking e de investimento para acelerar negócios de interesse público.

Mais visibilidade

A repercussão de projetos da startup de geração de conhecimento e aceleração da aprendizagem têm superado as expectativas de Ana. “Ontem [8] fomos convidados para participar da revisão do livro ‘A história contada por nós mesmos’, que vai apresentar práticas significativas de educação ambiental nas bacias hidrográficas da região, e, para nossa honra, falará sobre uma ação desenvolvida pela Maestrello para a conservação da água”, comenta ela.

Em reunião na sede do Consórcio das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), membros da Câmara Técnica de Educação Ambiental (CT-EA) fizeram a leitura dos capítulos II e IV da obra – que divulgam os Comitês PCJ e os trabalhos educativos socioambientais encaminhados pelos participantes da CT-EA – e sugeriram correções textuais.

De acordo com a gerente técnica do Consórcio PCJ, Andréa Borges, a ideia inicial dessa publicação era de fazer um levantamento das atividades de EA que foram realizadas nas bacias hidrográficas, desde a implantação dos Comitês PCJ. “Porém, conforme as pesquisas foram sendo realizadas, começamos a debater de que forma poderíamos ampliar a divulgação dos resultados, visto que enxergamos nessa iniciativa um enorme potencial para alavancar outras ações de educação ambiental nas bacias. Após uma primeira apresentação do projeto para a CT-EA, chegou-se à conclusão de que esse levantamento poderia ser transformado em um livro, trazendo assim uma sensação de maior pertencimento aos membros da câmara técnica, que muito contribuíram para a construção dos processos educativos diagnosticados em nossa região. Além disso, após o lançamento da obra – prevista para agosto -, esperamos que mais e mais pessoas sejam inspiradas, através da troca de experiências, contribuindo assim com o fortalecimento das ações de educação ambiental nas bacias PCJ”, diz Andréa.

“As oficinas de Empreendedorismo Socioambiental e Literatura Socioambiental que realizamos no consórcio, em 2015, deram maior visibilidade para o método Maestrello, o que tem garantido premiações importantes para nossa empresa social. Esperamos que o curso figure entre os destaques do 8º Acelera Startup e que o projeto ‘Água: Nossa Preocupação’ seja mesmo um instrumento multiplicador de práticas educativas ambientais, a partir de sua exposição no livro A história contada por nós mesmos”, ressalta a diretora da startup educacional de Nova Odessa (SP).

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Dennis Moraes