Santa Bárbara d´Oeste Variedades

“Projeto Horta nas escolas” une alunos e comunidade

Educação ambiental além dos muros da escola. Verduras, legumes, plantas medicinais e ervas aromáticas são cultivadas diariamente em 17 escolas municipais de Santa Bárbara d’Oeste. A prática une alunos, professores, funcionários e comunidade para semear, cuidar e colher saúde com uma alimentação mais saudável.

“Desejamos que o ‘Projeto Horta nas escolas’ contribua para além do cultivo das hortaliças. Seguindo diretrizes da Administração do prefeito Denis Andia, buscamos estimular nossas crianças sempre sobre as práticas saudáveis e o cuidado com o meio ambiente. Queremos que elas possam valorizar a terra, plantando, cuidando e colhendo”, disse a secretária de Educação, Tânia Mara da Silva. “Parabenizamos toda a comunidade escolar pelo desenvolvimento deste trabalho que beneficia toda uma geração que passa a ter atitudes de muito respeito ao meio ambiente”, concluiu.

Na EMEFEI (Escola Municipal de Ensino Fundamental e Educação Infantil) “Profª Maria Martiniano Gouveia Valente – Dª Bininha”, do Conjunto Roberto Romano, os espaços das hortas foram construídos com a ajuda de doações e trabalho voluntário. No dia a dia, os 325 alunos cuidam regando, colhendo e levando para a cozinha, onde o que plantam é utilizado para complementar a merenda escolar e também a alimentação em casa. Couve, brócolis, tomate, entre outras hortaliças e diversos temperos enriquecem o paladar e a nutrição.

As sobras de casca de legumes, talo de legumes, poda de grama do parquinho e das árvores são levadas na composteira que produz adubo orgânico por meio da ação das minhocas. As plantas medicinais também são objeto de estudo e aproveitadas por todos os envolvidos.

Tudo funciona de maneira integrada e interdependente. No último sábado (18), durante o “Dia da Família na Escola”, os pais participaram da oficina de temperos, aprendendo algumas receitas práticas e funcionais, levando para casa um livro de receitas, feito com capa de embalagem de leite longa vida. Os temperos e plantas medicinais são cultivados na horta suspensa da unidade, em garrafas pet. Outra prática sustentável levada à comunidade escolar é o vaso com circuito fechado, que é uma garrafa pet colocada dentro da outra, melhorando a irrigação, sem precisar escoar a água, sendo ideal para quem mora em apartamento.

O voluntariado foi essencial para o projeto ganhar vida. Dois voluntários do bairro ajudaram na construção, arrecadação de doações e manutenção das hortas. O “Seo” Ceará e o Vanelson se envolvem com as hortas com toda a dedicação e carinho. “Eu me sinto muito feliz em ajudar as crianças e todos da região. O que plantamos e consumimos aqui não tem química, é saúde”, disse Vanelson Oliveira Damessis, morador do Conjunto Roberto Romano.

As alunas de 8 anos aprovaram o projeto que foi implantado na escola há dois anos. “Estou gostando muito, estou me alimentando melhor e a vida fica mais saudável”, disse Marya Luiza Aguiar Pereira. “A minha experiência é plantar as coisas. As comidas estão mais gostosas do que antes e na minha casa sempre tem salada”, completou Gisele Cristina Bachega.

O novo projeto da EMEFEI do Conjunto Roberto Romano é o jardim sensorial. A unidade já iniciou a construção viabilizada com recursos próprios e ajuda de voluntários da comunidade. Mais desenvolvimento e qualidade de vida para as crianças e toda a comunidade.

Confira as escolas municipais que têm hortas:

CIEP “Angélica Sega Tremocoldi”

CIEP “Charles Keese Dodson”

CAIC Irmã Dulce

EMEFEI “Profª Maria Martiniano Gouveia Valente” – Dª Bininha

EMEFEI “Profª Maria Augusta C. Camargo Bilia”

EMEFEI “Profª Purificacion S. Fonseca” – Dª. Pura

EMEI “Profª Áurea Nadir Martinelli”

EMEI “Profª Clotilde Teixeira Cullen”

EMEI “Jovelina Dominga Mazucatto”

EMEI “Mainá”

EMEI “Maria de Lourdes Rodrigues”

EMEI “Olimpia Gelli Romi”

EMEI “Rotary”

EMEI “Profª Vilma Maluf Mantovani”

EMEI “Zinho Saes”

Extensão Anália – “EIEA Fioravante Luís Angolini e Ana Rosa Tuchaspki”

EMEI “Profª Rita de Cássia Toledo M. Salvino Alves”

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
https://sb24horas.com.br