Programa Disque Árvore realiza 240 plantios


Desde que foi implantado na cidade, há cerca de um ano, o Programa Disque Árvore de Santa Bárbara d’Oeste, realizou o plantio de 240 árvores em 201 residências de 70 bairros. A informação foi prestada pela Secretaria de Meio Ambiente em resposta ao requerimento do vereador José Antonio Ferreira, o Dr. José (PSDB).

De acordo com a resposta oficial, até o momento, foram protocolados 418 pedidos de plantios. Desse total, 46 pedidos foram cancelados por diversos motivos, sendo o mais frequente, o plantio realizado pelo próprio interessado, com muda fornecida pelo Viveiro Municipal.

A Prefeitura explicou que a defasagem dos plantios em relação às solicitações se deve por duas razões: a necessidade de abertura de quadros e a falta da espécie requerida para plantio, ou mesmo a incompatibilidade entre a espécie solicitada e as condições do local do plantio, o que gera necessidade de negociação com o requerente para modificação da espécie solicitada.

A Secretaria de Meio Ambiente relatou que vem ocorrendo queda nas solicitações. Em maio foram apenas sete pedidos. Em junho apenas cinco pedidos. Em julho apenas três pedidos. E no mês de agosto, não houve solicitação. Considerando todos os plantios executados e o tempo de vigência do programa, foram plantadas, em média, 18 árvores por mês.

Quanto ao investimento, a Prefeitura informou que não houve uma contratação de serviço específico para a realização do Programa Disque Árvore. Porém, em alguns momentos, a empresa Gusmão Planejamento e Obras, que realizava serviços de poda e extração para a Prefeitura, foi requisitada para a execução de plantios em calçadas, uma vez que esta atividade fazia parte do escopo de trabalho junto à Administração Municipal. Nesses casos, o valor contratado de plantio por árvore era de R$ 53,21. No entanto, segundo a Prefeitura, aproximadamente 90% dos plantios foram executados por servidores, com mudas próprias do Viveiro Municipal.

O Programa Disque Árvore oferece uma gama de 17 espécies para plantio em calçada. A escolha é do munícipe, mas há uma pré-avaliação de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, para verificação da compatibilidade da espécie solicitada com o local do plantio. Devido à seca, algumas espécies de mudas não estão disponíveis porque a produção foi afetada.

A Prefeitura somente planta espécies com muda de porte mínimo de 1,80 metro de altura para garantir sua sobrevivência. A espécie mais solicitada é a quaresmeira (Tibouchina granulosa), com 102 pedidos, seguida do oiti (Licania tomentosa), com 98 solicitações.

“Considero que os pedidos espontâneos para plantio de árvores têm sido pequenos em comparação com o grande número de árvores que precisam ser plantadas na cidade. Talvez, uma campanha mais contundente, além da conscientização da população, seja necessária para que tenhamos pelo menos uma árvore na frente das residências da cidade, o que seria ideal”, afirmou o vereador Dr. José. O telefone de contato do Programa Disque Árvore é o 3464-9010.

 

 

Assessoria de imprensa Câmara Municipal de SBO

Comentários

Notícias relacionadas