Programa de ‘produção’ de água de Nova Odessa será copiado pela RMC

O programa de sustentabilidade hídrica desenvolvido em Nova Odessa vai ser estendido para todas as cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas). São 20 municípios, incluindo Nova Odessa, que compõem a região metropolitana. Ontem e hoje acontece um curso no IAC (Instituto Agronômico de Campinas), ministrado por Rinaldo Calheiros, a representantes de todos os municípios.

Rinaldo Calheiros é um dos mais conceituados especialistas em produção de água do País. Justamente este trabalho feito por ele para Nova Odessa, que foi pioneira na produção de água no Brasil, que será levado para os municípios da região.

Em novembro, Rinaldo e o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Odessa, Vagner Barilon (PSDB), estiveram na Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas), expondo o programa para Éster Viana, diretora executiva da Agência.

Na ocasião, Éster disse que esse era um desejo antigo de prefeitos e que levaria o tema para discussões no Conselho de Desenvolvimento. O curso que será realizado em Campinas, é fruto desse trabalho.

Para o prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza, ter o programa de sustentabilidade hídrica de Nova Odessa como exemplo em toda a RMC é um orgulho. “Desde que esse assunto chegou a mim dei todo amparo necessário. Sempre acreditei no programa porque sabia da importância dele. Essa falta de chuva e crise hídrica mostraram que essa deve mesmo ser uma preocupação. Por isso fico muito satisfeito em saber que o trabalho nosso, aqui em Nova Odessa, está baseando ações em outras cidades”, disse Bill.

O presidente da Câmara de Vereadores e um dos idealizadores do programa, Vagner Barilon, disse que garantir a autossuficiência em água é uma das metas do programa de sustentabilidade hídrica que está sendo aplicado na cidade. “Nosso programa busca garantir sustentabilidade ao abastecimento de água em nova Odessa. Saber que isso está sendo levado para toda a região metropolitana nos motiva mais e mostra que estamos no caminho certo”, disse.

CURSO – O curso  no IAC será ministrado por Calheiros e cada cidade deverá enviar dois técnicos. Será uma capacitação que cada um levará para sua cidade, nos moldes do curso realizado em Nova Odessa em outubro. “A proposta surgiu após apresentação feita na Agemcamp sobre as ações de Nova Odessa, em especial, do Programa de Sustentabilidade Hídrica do Município. Desde 2006 a Agemcamp tem em sua agenda a promoção de ações voltadas à questão hídrica. Nova Odessa serviu de exemplo com suas ações e, assim, inspirou a realização desta capacitação”, explicou Calheiros.

Ele disse que após a capacitação, os técnicos farão um relatório da situação hídrica de suas cidades. Depois de um mês e meio, será promovido um workshop, que reunirá os levantamentos para a elaboração de um relatório. “Este relatório servirá para nortear um Programa de Recuperação e Sustentabilidade Hídrica da RMC”, completou.

SITUAÇÃO EM NOVA ODESSA

Já foram levantadas e caracterizadas as 136 nascentes de cabeceira. Com base neste levantamento, está sendo elaborado um relatório que norteará as ações de recuperação. As nascentes do sistema Recanto e Lopes terão um relatório a parte, tendo em vista que integram o sistema de abastecimento público. As demais nascentes tem como função revigorar o sistema hidrológico da cidade.

 

Assessoria

Comentários

Notícias relacionadas