Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Produtores de São Paulo comercializam 22,4 toneladas de alimentos com apoio da Suzano

Em 2020, o projeto “A Feira Vai Até Você” comercializou mais de 4,6 mil cestas de produtos da agricultura familiar e gerou receita bruta de R$ 122,8 mil

 

Produtores rurais de São Paulo atingiram a marca de 22,4 toneladas de alimentos agroecológicos comercializadas por sistema de delivery (entrega) em 2020. O resultado faz parte da iniciativa “A Feira Vai Até Você”, lançada pela Suzano por meio do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), como alternativa aos produtores para vencer as mudanças geradas pela pandemia do coronavírus. Iniciada em abril do ano passado, a ação resultou em mais de 4,6 mil cestas de hortifrútis entregues em domicílio, o que gerou uma receita bruta de R$ 122,8 mil, colaborando para reduzir os impactos econômicos da Covid-19 na agricultura familiar da região.

 

“Os agricultores familiares continuaram produzindo alimentos, mas, com o fechamento das feiras no início da pandemia e o isolamento social, o escoamento da produção foi muito afetado. A iniciativa da Suzano surgiu como forma de mitigar esse impacto, conectando produtores rurais ao consumidor final por meio da entrega domiciliar. A experiência deu tão certo que, mesmo depois da flexibilização do isolamento social, os agricultores mantiveram o projeto, fidelizando consumidores”, ressalta Israel Batista Gabriel, coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano.

Por meio da ação, a Suzano fornece aos agricultores toda a assistência técnica necessária, desde a montagem das cestas com os produtos, operacionalização da logística para entrega, até a comunicação com o objetivo de divulgar a atividade, os alimentos cultivados e o telefone das comunidades que trabalham no formato delivery. De acordo com a produtora Valéria Silva Santos, de São Luiz do Paraitinga (SP), a iniciativa “A Feira Vai Até Você” foi essencial para os agricultores familiares da região durante a pandemia.

 

“A nossa comunidade foi beneficiada por essa ação. A principal venda era para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), da merenda escolar, que foi suspensa nesse período de pandemia. Sendo assim, a entrega de porta em porta nos ajudou muito e também a outros agricultores da Associação Minhoca (SP), uma vez que, quando não tínhamos algum produto para compor as cestas, comprávamos deles”, afirma Valéria.

O apoio da equipe técnica do PDRT, mantido durante o período de isolamento social por meio de reuniões on-line, também foi destacado pela agricultora. “Tivemos orientações técnicas com os profissionais do programa e oficinas digitais. Isso foi essencial, pois colaborou para que tirássemos dúvidas sobre manejo e situações específicas”, completa a produtora.

Antes da iniciativa, a comercialização média dos produtores rurais era de 96 cestas ao mês, aproximadamente. Já no ano passado, entre os meses de maio e dezembro, essa média saltou para 576 cestas/mês, o que representa um aumento estimado de 500% nas vendas por delivery.

 

Em todo o Brasil, foram 300 toneladas de produtos agroecológicos diversos entregues em todos os Estados com atuação da Suzano. Com a tecnologia como aliada, os agricultores que participaram da iniciativa entregaram mais de 37.530 cestas, gerando uma receita bruta que ultrapassa os R$ 1,14 milhão em todo o Brasil.

 

PDRT

O Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT) promove o fortalecimento das comunidades rurais vizinhas das unidades da Suzano, gerando renda e melhorando a qualidade de vida dos agricultores familiares. São três eixos de atuação: gestão, produção e comercialização das associações e cooperativas participantes, permitindo que essas comunidades conquistem a independência financeira.

Em São Paulo, o programa atua em nove municípios, beneficiando cerca de 115 famílias, sendo 52 da região do Vale do Paraíba, 30 em Capão Bonito e 33 no Alto Tietê.

 

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem aproximadamente 37 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.