fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Prefeitura de Nova Odessa convoca aprovados em concurso para Educação

A Prefeitura de Nova Odessa está convocando candidatos aprovados no concurso público 01/2018 para o preenchimento de 53 vagas em 10 cargos na área da Educação. A relação com os convocados foi publicada no Diário Oficial do Município, na edição desta terça-feira (22), disponível no site da própria Prefeitura, o www.novaodessa.sp.gov.br.

 

Nesta primeira chamada, serão atribuídas as vagas de diretor de escola, coordenador pedagógico, professor de artes, professor de educação física, professor de educação básica, professor de educação infantil, psicopedagogo, secretário de escola e escriturário. A atribuição será realizada no dia 30 de janeiro, às 9h, no auditório da Prefeitura. Os candidatos devem comparecer munidos dos documentos solicitados no edital. Os contratados terão até o dia 5 de fevereiro para comparecer na Diretoria de Recursos Humanos com a documentação solicitada na atribuição.

 

Segundo a Diretoria de Recursos Humanos, o número de candidatos convocados é maior que o de vagas oferecidas, para previsão de ausências e desistências. Os profissionais contratados iniciam as funções no dia 6 de fevereiro. Todos os candidatos convocados devem estar no Auditório do Paço Municipal com 15 minutos de antecedência. A Prefeitura de Nova Odessa fica na Avenida João Pessoa, 777, no Centro. Mais informações através do telefone (19) 3476-8600.

 

O concurso 01/2018, que recebeu 6.742 inscrições, foi aberto para o preenchimento de 69 vagas em 28 diferentes cargos nas secretarias de Educação, Administração e Saúde. A aplicação das provas objetivas foi realizada em 9 de dezembro pela empresa Metrocapital, vencedora do processo de licitação.

 

PLANEJAMENTO. O secretário de Administração, Júlio Cesar Camargo, ressalta que a Prefeitura de Nova Odessa iniciou há vários meses ajustes e adequações no quadro de pessoal, que permitiu a realização do concurso. Hoje, segundo ele, o índice da folha de pagamento (últimos 12 meses) é de 48,04%, sendo que o limite prudencial é de 51,30% e o máximo permitido é de 54%.

 

“Tudo isso foi possível graças a uma gestão responsável, em conjunto com outras secretarias. Trabalhamos pesado pela redução das horas-extras, fizemos a reforma administrativa e remanejamentos, enfim, uma gestão que se mostrou eficaz. A realização desse concurso, que visa não só reduzir a demanda reprimida em recursos humanos, mas zerar os RPAs (registros de pagamento autônomos). É também resultado da economia que anunciamos em 2016 na folha de pagamento, fruto de uma gestão responsável”, ressaltou o secretário.

 

 

 

Comentários

Dennis Moraes