Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Prefeito Leitinho indica duas áreas municipais para novo Corpo de Bombeiros em Nova Odessa

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, apresentou na última segunda-feira (04/10) ao tenente coronel Harley Washington Ferreira, comandante do 16º Grupamento de Bombeiros do Interior, duas áreas públicas municipais que podem acomodar uma base da corporação em Nova Odessa. O comandante analisou cuidadosamente os terrenos, anotando as características e vantagens de cada localização proposta.

 

Uma das áreas visitadas fica no início da Avenida João Pessoa, próximo ao cruzamento com a Avenida Ampelio Gazzetta. A outra fica no Jardim Nossa Senhora de Fátima, com fácil acesso à Rodovia Arnaldo Júlio Mauerberg (a vicinal que liga a área urbana de Nova Odessa à Rodovia Anhanguera).

 

As tratativas para a eventual parceria entre Município e Estado para a instalação de uma base na cidade veem desde fevereiro, quando Leitinho e Harley conversaram pessoalmente pela primeira vez e iniciaram os levantamentos e estudos de viabilidade necessários, incluindo a localização de uma área adequada para as atividades da corporação.

 

Participaram das visitas de segunda-feira o chefe municipal de Segurança, coronel Carlos Fanti, e o capitão dos Bombeiros Bruno César Penna Gobbo. O vereador Professor Antonio, que acompanha as negociações desde o início e auxilia na articulação da parceria, não pôde estar presente em função da sessão ordinária semanal da Câmara.

 

“Outras áreas ainda poderão ser analisadas, buscando um local que atenda a todas as exigências do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo – incluindo veículos pesados (como caminhão autobomba e unidade de resgate), alojamentos e áreas administrativas em geral. Nossa intenção é assinar esse convênio até o final deste ano, e inaugurarmos a base em 2022 ou 2023 no máximo”, adiantou o prefeito de Nova Odessa.

 

“É uma grande oportunidade para a cidade. Uma base aqui garantiria o pronto atendimento à população e também às empresas de Nova Odessa, diminuindo os valores de seguros, por exemplo”, comentou Fanti. Após selecionada uma área, a Prefeitura vai proceder com todas as análises jurídicas para sua cessão. A próxima seguinte já seria a definição de um plano de trabalho que vai subsidiar a assinatura de um convênio com o Estado.

 

Pelo modelo de parceria em discussão atualmente, a corporação estadual destinaria ao município, além dos dois veículos, uma equipe com 14 bombeiros militares. O Estado pagaria salários e benefícios de seus próprios bombeiros. Já a construção do prédio, bem como o custeio das atividades, ficaria a cargo da Prefeitura – que por sua vez pode buscar apoio junto à iniciativa privada, que teria interesse em ter uma unidade local em função dos motivos explicados acima, como a redução de valores de seguros industriais.

 

Atualmente, Nova Odessa conta com um grupo de bombeiros voluntários (que o prefeito Leitinho sempre agradece e elogia pelo apoio prestado ao Município), sem vínculo com a corporação estadual ou com a Prefeitura, e com equipes para resgate e remoção de feridos leves da Secretaria Municipal de Saúde – além da equipe da Defesa Civil Municipal. Casos mais graves, no entanto, demandam o acionamento da corporação estadual, cujas unidades mais próximas ficam sediadas em Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

 

“Nossa cidade está crescendo muito, nosso parque industrial também, e um quartel local dos Bombeiros estaduais garante agilidade no atendimento. É um projeto do nosso governo viabilizar essa parceria, porque a segurança da nossa população é uma das nossas prioridades, assim como salvar vidas”, finalizou o prefeito Leitinho.