Brasil / Mundo Santa Bárbara d´Oeste 

Poupatempo cresce 10,8% em 2015 com quase 50 milhões de atendimentos


Apesar da grande demanda, o programa mantém o padrão Poupatempo de atendimento, com índices de aprovação próximos a 100%; em 2015, foi considerado ‘o melhor serviço público de São Paulo´

O Programa Poupatempo, criado há 18 anos pelo Governo do Estado de São Paulo para desburocratizar a vida dos cidadãos, encerrou o ano de 2015 com 48,6 milhões de atendimentos realizados. Em média, foram 4 milhões de atendimentos por mês. O resultado indica um crescimento de 10,8% no ano, em relação a 2014.

 

Desde a abertura da primeira unidade do Poupatempo, na Praça da Sé, na gestão do governador Mario Covas, o programa já prestou 474,3 milhões de atendimentos, mais que o dobro da população brasileira (204 milhões de habitantes, segundo o IBGE). No ritmo atual, em meados de julho de 2016 o Poupatempo deverá atingir a marca de meio bilhão de atendimentos prestados desde a sua criação.

 

A média diária de atendimentos no ano ficou em 176,7 mil, 9,9% superior ao total de 160,8 mil no ano anterior. Apesar da grande demanda, o programa mantém o padrão Poupatempo de atendimento, com índices de aprovação próximos a 100%. Em 2015 o Poupatempo foi considerado ‘o melhor serviço público de São Paulo´ pelo instituto de pesquisas Datafolha.

 

No ano passado foram abertas seis novas unidades, elevando para 69 o total de postos Poupatempo em todas as regiões administrativas do Estado. As novas unidades de Guaratinguetá, Guarujá, Itaquequecetuba, Santo André, Sertãozinho e Taboão da Serra beneficiaram uma população de 4,2 milhões de habitantes com uma capacidade de até 14 mil atendimentos por dia.

 

O serviço mais procurado pelos cidadãos em 2015 foi a emissão de primeira e segunda via da Carteira de Identidade, com 4,6 milhões de atendimentos. Em seguida aparecem os licenciamentos de veículos, com 3,2 milhões de atendimentos, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), com 3 milhões de atendimentos, e emissão de Carteira de Trabalho, com 855,4 mil atendimentos.

 

Expansão agrega 37 novas unidades em dois anos

 

Mais quatro unidades estão previstas para 2016, em Jaú, Mauá, São Vicente e Tupã, completando o plano de expansão iniciado em 2014 para levar o Poupatempo a todas as regiões do Estado. Foram 37 novas unidades abertas nos últimos dois anos que fizeram o programa mais do que dobrar de tamanho – até 2013 eram 32 unidades.

 

No ano que passou o Poupatempo também investiu em novas tecnologias para melhorar ainda mais o atendimento. Dois aplicativos para agendamento e informações sobre serviços foram lançados para facilitar a vida de quem precisa emitir ou renovar documentos.

 

O sistema de agendamentos, criado em 2010 para dar mais eficiência ao programa e evitar filas, já é usado em todas as unidades e permite ao cidadão escolher o dia e a hora em que deseja ser atendido. Com isso, o Poupatempo otimiza os horários de atendimento, distribuindo a demanda e evitando ociosidade ou tempo de espera.

 

Tecnologia é a marca do Poupatempo 2ª geração

 

Novos serviços eletrônicos foram lançados para facilitar o pagamento de taxas ou a localização de achados e perdidos, e máquinas de auto-atendimento entraram em testes na unidade da Sé. Em abril, um novo portal entrou no ar, com novas funcionalidades como agendamento e Guia de Informações sobre Serviços Públicos.

 

Os antigos métodos de coleta de impressões digitais com o uso de tinta estão sendo aposentados com a chegada da coleta biométrica digital, que registra eletronicamente, além das digitais, a foto e assinatura do cidadão nos documentos. Até o final de 2016, mais 24 unidades estarão funcionando com o novo sistema, eliminando definitivamente a necessidade das tradicionais fotos 3×4 para a emissão do RG em todos os postos do Poupatempo.

 

“O grande salto daqui para frente será tecnológico”, afirma o subsecretário de Tecnologia e Serviços ao cidadão do Governo de São Paulo, Julio Semeghini. Segundo ele, o Governo pretende utilizar todas as tecnologias disponíveis para levar os serviços diretamente aos cidadãos, pela internet ou com aplicativos para telefones celulares. “Hoje podemos colocar o Poupatempo na palma da mão do cidadão, com aplicativos para smartphones, e outras novidades estão a caminho para garantir os direitos de cidadania a todos os paulistas, mesmo aqueles que residem em áreas mais distantes dos grandes centros”, acrescenta Semeghini.

 

Ele destaca que o Governo de São Paulo está negociando com operadoras de telefonia móvel para oferecer à população tráfego de dados gratuitos no acesso aos serviços do Poupatempo por meio de dispositivos móveis. Dois serviços de 0800 de dados devem ser contratados para prover aos usuários paulistas acesso aos 30 aplicativos do SP Serviços, loja de apps do governo para Android e iOS com serviços como Detran, agendamento para o Poupatempo e consulta de antecedentes criminais. “Até o final de 2016, metade dos atendimentos serão virtuais, o que permitirá levar outros serviços básicos ao Poupatempo, como saúde e segurança”, explica Semeghini.

 

Programa Poupatempo

 

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado de São Paulo, executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp, empresa pública de Tecnologia da Informação. Para mais informações, visite o portal www.poupatempo.sp.gov.br.

 

Do Poupatempo

Comentários

Leia também...