SB24Horas

Notícia na hora certa!

Por novos investimentos, prefeito Leitinho vai estreitar relações de Nova Odessa com a China

Em busca de novos investimentos privados e parcerias para as empresas da cidade, o prefeito de Nova Odessa Cláudio José Schooder, o Leitinho, vai estreitar as relações institucionais com a China a partir de 2022. Uma comitiva da cidade pode até mesmo visitar o país do extremo oriente no próximo ano. A parceria estratégica começou a ser discutida no início do mês, em uma reunião com a cúpula da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China.

 

Pela Câmara, estavam presentes o chairman Charles Tang, a vice-presidente Natália Tang, o diretor Marcelo Vianna, o diretor de Resíduos Sólidos Silvio Luciano de Souza e o parceiro comercial Sérgio Araújo, além de Ednalva de Lima Souza, esposa de Silvio. Pela Prefeitura, participaram da reunião chefe de Gabinete Rafael Brocchi, o secretário de Desenvolvimento Samuel Marin, a secretária de Administração Vânia Cezaretto e a equipe de Convênios.

 

Nascido na China, criado nos Estados Unidos e atuando no mercado financeiro no Brasil desde os anos 1980, Charles Tang falou detalhadamente das possibilidades e oportunidades de captação de investimentos de empresas chinesas na cidade, principalmente através de parcerias com empresas locais já estabelecidas na criação de novos negócios, em áreas industriais, de novas energias e também em gestão ambiental.

 

“É a primeira vez que temos o prazer de estar em Nova Odessa, embora nossos diretores já tenham mantido contato com empresas da cidade, como a Ambipar, onde o Marcelo soube da bonita história do prefeito Leitinho na cidade. Então nos sentimos compelidos a agendar esse encontro para estabelecermos as bases de parcerias futuras, incluindo uma viagem de prospecção dos senhores (autoridades municipais) à China, onde mantemos um escritório”, comentou Charles Tang – que fala Português fluentemente e é casado com uma brasileira, Natalia Tang.

 

Fundada há 35 anos, a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (https://camarabrasilchina.com/) busca, segundo Tang, aproximar empresas e potenciais investidores chineses de cidades e empresas brasileiras, já tem viabilizado investimentos milionários em muitos municípios parceiros, totalizando cerca de US$ 6 bilhões.

 

“A Câmara é muito ativa também (na viabilização de) em fusões e estruturações internacionais, porque é disso que eu entendo”, salientou o experiente executivo. A Câmara oferece serviços como suporte a novos negócios de interesse chinês no Brasil, cursos e workshops sobre oportunidades nas relações econômicas bilaterais, organização de viagens de negócios entre empresários e autoridades dos dois países e traduções, entre outros.

“Nossa especialidade é escutar o que os governos (brasileiros, nos três níveis – federal, estaduais e municipais) precisam e buscar os parceiros chineses correspondentes, em como levar gestores públicos e empresários brasileiros a conhecer a China e as oportunidades de negócios que existe lá”, explicou Silvio Luciano de Souza.

 

“Nova Odessa passa a ser uma cidade muito importante, para a qual vamos olhar com muito carinho. A partir dessa reunião, já estamos pensando e estudando uma séria de possibilidades de projetos e parcerias para a cidade, incluindo a busca por uma ‘cidade-irmã’ na China”, completou o diretor de Resíduos Sólidos da Câmara. “Há falta capital no Brasil, e sobra capital na China”, resumiu Charles Tang.

 

“Temos áreas (privadas) para receber qualquer tipo de investimento, e empresas locais de vários setores estratégicos da nossa Economia, além de uma nova ‘lei de incentivos’ fiscais igual às das melhores cidades brasileiras. E o principal, temos vontade de trazer essas empresas chinesas parceiras para cá”, comentou o secretário municipal Samuel Marin.

 

“É sempre um prazer recebermos e conversarmos com pessoas que vêm a Nova Odessa para ajudar nossa cidade a crescer e se desenvolver, sem pedir nada em troca. Estamos totalmente abertos a essa parceria estratégica com a Câmara e com a China. Com certeza temos interesse em ir com uma comitiva de empresários para a China ano que vem, para atrairmos esses investimentos para nossa cidade. Com certeza fechamos aqui hoje uma parceria importante para o futuro de Nova Odessa”, finalizou o prefeito Leitinho.