24Horas Santa Bárbara d´Oeste 

Pokémon GO é usado para abordar temas didáticos nas Etecs e Fatecs


Desde que chegou ao Brasil, o game Pokémon GO virou febre. Os professores das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Centro Paula Souza embarcaram nessa onda e decidiram usar elementos do jogo para atrair a atenção e o interesse dos alunos em temas didáticos abordados nas salas de aula.

Na Etec Demétrio Azevedo Júnior, de Itapeva, o jogo está ajudando nas aulas de trigonometria. O professor Eddy Antonini está fazendo sucesso na internet com o vídeo em que aparece na classe com os alunos do curso de Eletrônica ensinando a disciplina tendo o jogo como pano de fundo. No vídeo, Eddy explica como a matemática pode ajudar nas estratégias dos competidores.

 

Outro exemplo vem da Etec Prof. José Sant’Ana de Castro, de Cruzeiro. O professor Anderson Sene aplicou os “pokeconceitos” para criar um modelo de banco de dados com os estudantes do curso técnico de Informática integrado ao Ensino Médio. “Os exemplos do jogo ajudam a despertar o interesse do jovem, que assimila com mais facilidade os conteúdos porque é feita uma relação com a realidade do seu dia a dia”, diz.

 

O fenômeno do Pokémon GO chamou a atenção dos professores para o conceito de “aprendizado tangencial”, disse o coordenador do curso superior de Tecnologia em Jogos Digitais da Fatec Carapicuíba, Alvaro Gabriele Rodrigues.

 

“Trata-se de uma prática pedagógica inovadora. Cada professor pode aproveitar os elementos do jogo da forma que quiser, tanto nas áreas que envolvem recursos tecnológicos quanto nas aulas de geografia, história e outras disciplinas regulares. Não há limites para a criatividade”, explica.

 

Do Portal do Governo do Estado

Comentários

Leia também...