PM Ambiental prende dezesseis baloeiros em São Paulo e Campinas


Os autores foram multados em R$ 295 mil e três balões foram apreendidos nas duas ocorrências

A Polícia Militar Ambiental prendeu dois grupos de baloeiros neste domingo (19). Os dois flagrantes ocorreram em São Paulo e Campinas. A ação dos policiais impediu que o fogo de um balão danificasse uma casa.

A equipe do helicóptero Águia acionou a PM Ambiental após verificar um grupo soltando balões na Av. General Penha Brasil, na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte de São Paulo. Viaturas da 1ª Cia do 1º Batalhão de Polícia Militar Ambiental foram ao local e abordaram dez homens que estavam prestes a soltar um balão.

Foram feitos dez autos de infração ambiental, totalizando R$ 250 mil em multas. Três carros que estava com o grupo foram recolhidos administrativamente por infrações de trânsito. Foram apreendidos dois balões, duas bandeiras, um bujão de gás com maçarico, rolos de arame, uma câmera digital e uma camiseta do grupo “Arte Trovão Baloismo”.

O grupo foi apresentado no 72º DP, enquadrado no artigo 261 do Código Penal Brasileiro (Expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea), que prevê detenção de dois a cinco anos, e no artigo 42 da Lei Federal 9.605 (Fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano), com pena prevista de um a três anos ou multa.

Em Campinas, policiais da 4ª Cia do 1º Batalhão de Polícia Ambiental detiveram seis pessoas no bairro Jardim das Oliveiras. Os PMs acompanharam um balão de 50 metros que caiu na rua Walter Teixeira Virgili. Os seis homens foram detidos enquanto tentavam pegar o balão, que foi apreendido. Foram lavrados seis autos de infração no valor de R$ 7.500,00 cada, com base nos artigos 59 e 61 da Res 48/2014 da Secretaria do Meio Ambiente. Os homens foram apresentados no plantão do 1º DP para averiguação e foram liberados.

 

Portal SSP

Comentários

Notícias relacionadas