Playlists no Spotify esquentam para Virada Cultural Paulista 2017

Agora o público poderá treinar as músicas para a Virada Cultural Paulista 2017 em Santa Bárbara d’Oeste. Pelo Spotify – serviço de música comercial em streaming, podcasts e vídeos comerciais – são duas playlists da edição barbarense do evento no perfil Virada SB. Para entrar no ritmo da grande festa, a pessoa pode procurar o usuário “viradasb” e clicar nas seleções.

 

Intitulada “Volume Máximo! Entrando no clima da Virada”, a primeira playlist conta com os sucessos mais agitados dos principais nomes que se apresentarão na Virada e ainda sucessos mundiais de rock e música eletrônica para entrar no clima da programação da Estação Cultural. Já a segunda lista “Tá chegando! Vamos treinar para a Virada” tem um misto das mais tocadas no “Spotify” de Marina Lima, Rael, Lenine e A Banda Mais Bonita da Cidade – todos estarão no Centro Social Urbano.

 

“É uma maneira que encontramos de fazer com que as pessoas fiquem antenadas e de relembrarmos sucessos de grandes músicos que farão parte da grande Virada para ligar o nome às musicas desses artistas e também conhecê-los. O Spotify é uma rede social gratuita e podemos democratizar a comunicação, estar próximo dos jovens que estão sempre muito ligados, além de ser mais uma ferramenta de divulgação do evento”, explicou o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix.

 

Virada

 

Durante 24 horas ininterruptas, o público prestigiará, nos dias 20 e 21 de maio, 50 atrações de diversas expressões artísticas em cinco pontos da cidade: CSU (Centro Social Urbano), Teatro Municipal Manoel Lyra, Biblioteca Pública Municipal “Maria Aparecida de Almeida Nogueira” (Centro), Museu da Imigração e Estação Cultural.

 

A Virada Cultural Paulista é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, com apoio do Ministério da Cultura, por meio do Fundo Nacional de Cultura e da Lei Rouanet, SESC-SP, Risadaria e Fundação Romi. O evento é produzido pela APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte.

 

Comentários

Notícias relacionadas