Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Piracicaba: Sindicato da Construção contabiliza mais uma morte de trabalhador por queda de altura


O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Piracicaba (Sinticompi) constatou mais uma morte de trabalhador por queda de altura. Trata-se de Michel Richard dos Santos, de 23 anos de idade, que caiu na manhã de ontem (quarta-feira, dia 13 de maio), enquanto ajudava a executar a cobertura de um barracão nas proximidades da Usina Santa Helena, nas proximidades da Rodovia Cornélio Pires. Ele foi socorrido  mas não resistiu e veio a óbito, no final da tarde de ontem. Seu corpo será sepultado, nesta tarde de quinta-feira,14 de maio, no Cemitério Parque da Ressurreição.

De acordo com informações colhidas pelo Sinticompi, ele trabalhava para a Still Arts, havia  três meses, mas estava sem registro em carteira. O jovem trabalhador, que residia no Bairro Mário Dedini, trabalhava sem cinto segurança e caiu de uma altura de oito metros.

Na semana passada, foi registrada, no Engenho Central, a morte do trabalhador Vanderlei Iacopi, de 44 anos, também por morte de queda de altura. Havia sido a primeira do ano no setor.

O presidente do Sinticompi, Milton Costa, denunciou o caso ao Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) para que investigue o acidente.  Milton Costa diz que com a crise econômica, que também afeta o setor, está aumentando a informalidade na construção civil e, consequentemente, os riscos de acidentes. “Nosso apelo é para que o trabalhador não aceite trabalhar sem registro em carteira e em situação que coloca sua vida em risco. Todo acidente é previsível e prevenível”, ressalta.

 

Assessoria

Comentários

Dennis Moraes