Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Piracicaba: Diocese encaminha assinaturas pela reforma política a Brasília


Dom Fernando e padres da diocese recebem os formulários com assinaturas para o “Projeto de Reforma Política”

O Conselho Nacional do Laicato do Brasil – CNLB – Diocese de Piracicaba, desenvolveu durante a Campanha da Fraternidade deste ano que teve como tema “Igreja e Sociedade”, uma campanha para a coleta de assinaturas para o “Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas”, elaborado pela “Coalizão pela Reforma Política Democrática” cujo objetivo mais importante é afastar das eleições o financiamento de empresas, além de propor a melhoria do sistema eleitoral como um todo. Participam da Coalização várias entidades, entre elas, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Ao todo foram 6.237 assinaturas coletadas pelos leigos e leigas nas paróquias que compõem as sete regiões pastorais da Diocese de Piracicaba. Os formulários com as assinaturas foram entregues ao bispo diocesano Dom Fernando Mason na última terça-feira, 5 de maio, e logo em seguida remetidas à Coalizão sediada em Brasília – DF.

De acordo com Antônio Oswaldo Storel, animador do Conselho Nacional do Laicato no Brasil (CNLB) Diocesano, a campanha envolveu um processo de conscientização sobre o que é a Reforma Política. “Junto com os formulários, foi enviada aos leigos e leigas de cada região, uma carta de recomendação do Coordenador Diocesano de Pastoral, padre Aparecido Barbosa”, salienta.

Assim, segundo Storel, os brasileiros da Diocese de Piracicaba que aderiram ao projeto, passam a fazer parte deste grande movimento de cidadania que atinge o país todo e que precisa alcançar mais de 1,5 milhão de assinaturas para que o Projeto possa ser protocolado no Congresso Nacional para ser apreciado pelos congressistas.

As pessoas interessadas em saber mais detalhes sobre a Coalizão que é formada pela CNBB, OAB, MCCE (autores do Ficha Limpa), Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político e mais 98 entidades da sociedade civil, como também sobre o Projeto de Lei, podem acessar o site www.reformapoliticademocratica.org.br

 

Comentários

Dennis Moraes