SB24Horas

Notícias na hora certa!

Pesquisa revela que estudantes estão propensos a abandonar os estudos

A pobreza e a falta de recursos para compra do material também contribuem para a desistência

 

Na opinião de pais e responsáveis, 40% dos estudantes de 6 a 18 anos não estão motivados e admitem que podem abandonar os estudos, diz levantamento recente do Datafolha. Além disso, os números também evidenciam as diferenças socioeconômicas do país, agravadas com a pandemia: o problema afeta quase metade dos estudantes das famílias que vivem com apenas um salário-mínimo.

 

O aumento do material escolar neste início de 2022, puxado pela inflação e pela alta do dólar, torna ainda mais crítica as condições de estudo nos lares que já enfrentavam outras situações de vulnerabilidade. Segundo a Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (Abfiae), esses produtos ficaram entre 15% e 30% mais caros, dependendo da categoria do material.

 

Em vista disso, a Legião da Boa Vontade – de janeiro a março deste ano –, por meio de sua tradicional campanha LBV — Educação: Futuro no Presente!, uniu esforços com a população e atingiu a meta de entregar mais de 20 mil kits pedagógicos a crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade neste período crucial. As unidades socioeducacionais da Entidade e também instituições que atuam em parceria com a LBV, as quais fazem um trabalho sério em comunidades indígenas, quilombolas, ribeirinhas e em periferias em todo o Brasil, receberam esse incentivo à Educação.

 

Lilian Cândido da Silva, 51 anos, de Campinas/SP, que é mãe solo de quatro adolescentes, três dos quais participam de serviços de convivência na LBV, revela a importância desse apoio neste momento: “Meus filhos não começaram a ir para a escola pelo fato de eu não estar em condições de comprar o material”.

 

Desempregada, Lilian conta apenas com a renda fixa de R$ 400,00. Ao receber os itens essenciais para os estudos de seus filhos, comentou: “Esses kits doados pela LBV vão me ajudar muito, assim como tudo o que a Instituição faz por mim e por meus filhos. Com o dinheiro que eu teria de gastar para comprar o material, vou suprir as necessidades de dentro de casa. É um presentão da LBV. Hoje, os meus meninos vão para o colégio!”.

 

Esse resultado conquistado neste ano desafiador foi possível graças ao empenho e à união de todos. Em razão disso, a LBV agradece a todos os doadores, parceiros e voluntários que se empenharam nessa mobilização social. Acesse o site www.lbv.org.br e saiba como ajudar a transformar pela Educação a vida de milhares de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.