Pelo dérbi paulista, Palmeiras luta para desbancar o líder Corinthians

Na temporada 2015, nenhuma das equipes venceu o clássico quando foram mandantes

Pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebe o líder Corinthians, neste domingo (06), em jogo válido pela 23ª rodada. A equipe de Palestra Itália está na sexta colocação, com 34 pontos somados, a dois pontos do quarto colocado Atlético Paranaense e quer vencer para tentar voltar ao G4. O Corinthians vem de uma sequência de cinco vitórias na competição e quer manter a diferença de sete pontos para o vice-líder Atlético Mineiro. Caso não perca, o alvinegro atinge a série de 15 partidas sem derrota, a maior do time na era dos pontos corridos.

Na temporada 2015, quando as duas equipes se enfrentaram, o mandante ainda não venceu. Pelo primeiro turno do Campeonato Paulista, o Corinthians venceu o primeiro dérbi da história da Allianz Parque, por 1 a 0. Na semifinal do mesmo torneio, o jogo terminou empatado por 2 a 2 e o Palmeiras avançou às finais. Pelo Campeonato Brasileiro, o alviverde venceu na casa de seu rival por 2 a 0, na última partida de Valdivia pelo clube.

Vindo de uma derrota diante do Goiás, o técnico do Palmeiras, Marcelo Oliveira enxerga o clássico como uma ótima oportunidade para o time engrenar no torneio. “Por mais que a gente tenha tido um resultado negativo, nós temos uma grande oportunidade por tudo o que envolve o clássico. Temos de buscar uma vitória e retomar o nosso caminho. Jogando em casa, temos de aproveitar a oportunidade de jogar um clássico e vencer uma das melhores equipes do Brasil”, comentou.

Oliveira confia no seu elenco e principalmente na jovem promessa Gabriel Jesus, tanto que já o assegurou na equipe titular. “Já está escalado. É um jogador importantíssimo e só vou tirá-lo se cair de produção ou estiver desgastado. Ele cumpre muito bem a parte tática, é um jogador que aproveita contra-ataques e usa bem a lateral”, finalizou. O lateral direito Lucas deve voltar à equipe titular, assim como Zé Roberto que foi poupado diante do Goiás. Arouca recuperado de lesão muscular ainda é duvida, mas pode aparecer na equipe.

Pelo lado corintiano, o lateral direito Fagner elogiou o amadurecimento da equipe. “Mais importante é estar preparado para todas as situações, a equipe está amadurecendo e se consolidando. A derrota uma hora vai acontecer, teremos que estar preparados, quando acontecer é seguir todo mundo junto e seguir preparado para que isso não nos afete”, comentou.

Apesar da liderança, Fagner aposta em uma partida equilibrada e não coloca o Corinthians como favorito. “Clássico não existe favoritismo, duas equipes que se conhecem muito, vantagem do Palmeiras é ter maior número de torcedores e conhecer melhor seu estádio. Mas num clássico é difícil dizer quem é favorito, é jogo de detalhe, pequeno erro pode fazer a diferença”, finalizou. O lateral Uendel e o volante Bruno Henrique são dúvidas para o confronto. O meia Renato Augusto está de volta para enfrentar o rival alviverde.

Ficha Técnica

Palmeiras: Fernando Prass; Lucas (João Pedro), Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Amaral (Arouca), Robinho (Thiago Santos) e Zé Roberto; Dudu, Gabriel Jesus e Barrios.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Corinthians: Cassio; Fagner, Edu Dracena, Gil e Guilherme Arana; Ralf , Marciel, Jadson e Renato Augusto; Malcom e Vagner Love.
Técnico: Tite.

Árbitro: Raphael Claus (SP);
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablo Zanardo (SP);
Quarto árbitro: Adriano de Assis Miranda (SP);
Local: estádio Allianz Parque, em São Paulo;
Data: domingo (06), às 16h.

FPF

Comentários

Notícias relacionadas