RMC Santa Bárbara d´Oeste 

Participação de institutos na CT-EA contará pontos para NO em ranking ambiental


Nova Odessa (SP) ganhou mais um representante na Câmara Técnica de Educação Ambiental (CT-EA) dos Comitês PCJ (das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), além do Instituto de Educação e Meio Ambiente (IEMA), agora o Instituto de Zootecnia (IZ) vai colaborar com o grupo de discussão e trabalho. A participação das entidades ambientalistas somará pontos à cidade no Programa Município Verde Azul, em seu quesito Relações Intermunicipais.

Nesta terça-feira (18), em Campinas (SP), aconteceu a 72ª Reunião Ordinária da CT-EA. Aproximadamente 50 pessoas estiveram presentes, entre elas, o gestor de Comunicação do IEMA, Juan Piva, e o professor do IZ, Valdinei Tadeu Paulino.

Como de costume, a reunião foi presidida pelo coordenador da câmara técnica. Escolhido para a função durante o biênio 2015-2017, o representante da Prefeitura de Limeira (SP), Tiago Valentim Georgette, organizou o debate, que durou cerca de 3h. Entre a pauta do dia, ele apresentou os nomes dos indicados por meio da CT-EA ao XII Diálogo Interbacias. O gestor do IEMA foi um dos contemplados com vaga subsidiada pelo PCJ – escolha devido a sua frequência nos encontros do grupo.

Simultaneamente a esse evento, que será realizado entre 1 e 3 de setembro em São Pedro (SP), acontecerá o IV Encontro Formativo Integrado Nacional de Educação Ambiental para a Gestão das Águas – uma iniciativa da Câmara Técnica de Educação, Capacitação, Mobilização Social e Informação (CT-EM) do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) -, que foi relatado na reunião de hoje por conta da indicação do coordenador como representante do grupo na CT-EM. A última reunião dessa câmara técnica aconteceu há cerca de um mês, em Brasília, quando foi apontada a pouca participação da juventude nos debates dos comitês de bacias do país.

“Como jornalista ambiental do IEMA, além de representar Nova Odessa na CT-EA, também colaboro com a produção e gravação do Programa O Saber das Águas. Esses trabalhos estão alinhados com a causa do nosso instituto, que é disseminar o conhecimento para atender ao interesse público”, afirma o jovem Piva, de 25 anos.

 

 

Assessoria

Comentários

Leia também...