fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Pablo lança, amanhã, em todas as plataformas digitais o álbum “Mega Sena”

Nem Pablo sabe precisar como é que, 20 anos se passaram, desde o dia em que ele começou a cantar profissionalmente. Rotulado, pelo público e critica, como criador do arrocha, gênero que conquistou o Brasil. Além disso, suas interpretações como,  “Fui Fiel” e “Por que Homem não Chora” que o consagraram de norte a sul do país. Interprete, também, de “Vingança do Amor”, mais tarde, regravada por uma das vozes mais plurais da Música Brasileira como, Maria Bethânia. É assim, de sucesso em sucesso, de show a show, de álbum a álbum que, Pablo apresenta o seu 10º disco de carreira, amanhã 3 de abril, em todas as plataformas digitais.

Em estúdio desde o final do ano passado, para escolha das composições, chegamos em mais uma importante fase do artista, com produção de AG Produções e Eventos, o escritório que gerencia a carreira do cantor e  parceria de distribuição com a gravadora Belevery, o long-play chega, amanhã, com 11 faixas inéditas. A primeira música a ser trabalhada e que intitula o CD,  “Mega Sena”,  vai ser lançada no dia 20 de março, também em todos os canais digitais do artista e traz a história de um casal que separou e que sabe que sempre vai ter a história de amor. O bilhete da mega sena da virada e a sorte de ter o comando do coração.

“Eu e o Gato” conta a história da mulher que foi embora, levou os filhos e as coisas e deixou só ele e o gato: é mia, miau, é bua bua. Chora eu e o gato, um de lá e o outro de cá. A gente só para no dia em que ela voltar.  “Pelo Amor de Deus” é o enredo do amor que terminou por conta de uma mensagem de um celular, a traição, a ingratidão e o prêmio é a solidão. E aí que o roteiro musical segue com “Gatinho”, história divertida de um presente de um gato, pra ex,  pra cuidar das 7 vidas dele. “Tá na Cara”, tá na cara, esse buraquinho na bochecha eu conheço, você está mentindo até pelo avesso. É questão de tempo pra voltar pra  mim”. “Pode fechar a porta”, uma sequência de erros no relacionamento, a mágoa e o pedido de recomeço sem sucesso. Não adianta correr atrás. “Você Sabe”, composição de Fátima Leão, a mesma de “Pecado de Amor”, uma conhecida em letras de amor com execução de Pablo, o pensamento é só pela amada, canções, em qualquer situação: “pra que dizer que eu te amo, se você sabe….Te amo é pequeno diante do que sinto por você”. “Dói”, é a saudade, a falta que faz doer e destruir. “Eu já me arrependi do que mandei você fazer…Se eu pudesse nessa briga apertaria cltr+Z…O coração, ai, dói, dói, dói. Sinto a sua falta e a saudade me destrói”. “Amor Vagabundo”, é a difícil ideia de se acostumar que perdeu o parceiro e a paixão que não cura. “Ligação a cobrar”, a ligação, mesmo a cobrar, pra dizer que a história acabou e terminou, terminou e o crédito que acabou, na ligação, não deu pra retornar. Pra fechar o set list das faixas inéditas e apaixonadas,  “Transbordo”, o homem que chora feito neném e vira piada no meio do povo. O coração no fundo e o bolo na estação do transbordo.

O  10º CD chega com a mesma emoção dos anteriores. Como diz o carro chefe deste novo trabalho um bilhete premiado, um CD contemplado de histórias que se repetem com a paixão, o desencontro e o sofrimento da perda. E mais que isso: Pablo segue com os olhos mirando e vozes entoando todas as músicas Toda a inspiração para falar de cada tipo de namoro, romance, desejo ou aventura. Para cantar sentimentos vividos por seus ouvintes, em melodias aqui prontas para serem representadas por cada personagem. E para o protagonista: muitos aplausos!

Comentários