RMC 

Ozias Pereira de Araújo recebe medalha de mérito “Ayrton Senna” em sessão solene


A Câmara Municipal de Americana realizou na terça-feira (5) sessão solene de entrega da medalha de mérito “Ayrton Senna” a Ozias Pereira de Araújo. A homenagem foi motivada por projeto de decreto legislativo de autoria do vereador Valdecir Duzzi (SDD).

 

Participaram o vereador Valdecir Duzzi e o Dr. Daniel Cardoso, membro da bancada executiva do partido Solidariedade, além de convidados, amigos e familiares do homenageado.

 

Durante o uso da palavra, o vereador autor da homenagem destacou a trajetória de dedicação do professor Ozias. “Ele nunca gostou de ficar de fora da área social. Sempre se envolvendo, desprendido, e ajudando dentro das suas possibilidades. Você conseguiu ajudar, salvar pessoas, e isso nenhuma homenagem vai poder te pagar. Que Deus te abençoe sempre”, disse.

 

O homenageado falou da alegria de trabalhar com o esporte como ferramenta de transformação social e de bem estar para as pessoas. “É uma gratificação inexplicável estar recebendo essa homenagem, mas a satisfação é de poder fazer um pouco pelas pessoas e ajudá-las a ter uma saúde, uma vida melhor. Sempre estarei à disposição da população de Americana. Muito obrigado”, discursou.

 

Medalha de mérito Ayrton Senna

 

A medalha “Ayrton Senna” foi instituída em 2002 na Câmara Municipal. O objetivo é congratular e homenagear a pessoas, equipes, clubes, empresas e qualquer entidade de Americana que tenham se destacado em competições esportivas oficiais e de grande relevância e no desenvolvimento do esporte do município.

 

Ozias Pereira de Araújo

 

Ozias Pereira de Araújo nasceu na cidade de São Paulo, no ano de 1969, filho de Rozita Fernandes de Araújo e Francisco Pereira de Araújo. Pai de Matheus da Cunha Araújo. É professor, campeão brasileiro, paulista e paulistano de Karatê-Dô, conhecido popularmente como “Shihan”, palavra em japonês que denomina “Mestre de Karatê-Dô”. Foi 5° colocado no 4° Campeonato Mundial de Karatê-SKIF em 1991, no México. Foi campeão dos jogos regionais e vice-campeão dos jogos abertos do interior, nos anos de 1994 e 1995, por Americana.

 

Seu envolvimento no esporte começou em 1979, quando procurou a Associação Cultural e Esportiva do Tucuruvi, na zona norte de São Paulo. Em 1985, passou a lecionar em uma academia na capital e em 1990 fundou a Associação Yuubukan de Karatê-Dô. Em Americana, dos anos de 2000 até 2010, fundou o Projeto Bosque das Nascentes de Karate-dô, onde dedicou parte de seu tempo a treinar e ensinar a prática do karatê no bairro Antônio Zanaga.

 

Atualmente, comanda o Projeto Novo Paraíso (Asta 3) de Karatê-Dô Shotokan. É faixa preta 5° Grau (nível cinco da graduação superior), junto à Internacional Shotokan Organization e 3° Grau (nível três da graduação superior), junto à Confederação Brasileira de Karatê e Federação Paulista de Karatê. No total são 36 anos de trabalho e envolvimento com o esporte. Instrutor de Karatê há 30 anos, árbitro de diversas entidades.

Comentários

Leia também...