Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Outubro tem saldo positivo de empregos na região

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, somente em Americana houve mais desligamentos que contratações

 

O emprego no comércio varejista dos municípios da base do Sincomercio (Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste) encerrou o mês de outubro com saldo positivo. No total, foram gerados 12 novos postos de trabalho considerando as três cidades. Somente Americana teve saldo negativo, mas ainda assim o déficit de vagas foi inferior ao registrado no mesmo período de 2015.

 

O único município da base a apresentar perda de emprego no comércio varejista em outubro foi Americana, com saldo negativo de 21 vagas. O segmento Materiais de construção foi um dos principais responsáveis pelo resultado ruim. Por outro lado, vale destacar o papel dos Supermercados, setor responsável por cerca de 56% do total do saldo positivo gerado. Na comparação com 2015 os números sugerem otimismo, uma vez que no mesmo período do ano passado o saldo no município foi de –84 postos de trabalho.

 

Em Santa Bárbara d’Oeste, o saldo de empregos formais foi de 19 em outubro, acima dos 7 registrados em outubro de 2015. As duas atividades que apresentaram melhor desempenho foram Materiais de construção e Lojas de vestuário, tecido e calçados. Juntas elas corresponderam a cerca de 77% do total do saldo positivo. Já Nova Odessa apresentou um desempenho inferior em relação ao passado (14 vagas em outubro/2016 ante 24 no mesmo mês de 2015). Porém, o saldo ainda foi positivo, principalmente pela atividade Supermercados.

 

Acumulado no ano

É possível verificar que existe um movimento semelhante de Americana e Santa Bárbara D’Oeste quanto à geração de emprego. Ambas apresentaram melhor desempenho do emprego em 2016 do que ano passado: –269 contra –584 em Americana, e –75 ante –168 em Santa Bárbara. Somente em Nova Odessa houve perda de emprego, em relação ao acumulado de 2016. Até outubro de 2015, o saldo de empregos era de 59, e neste ano foram –33.

 

12 meses

No período de novembro de 2015 a outubro de 2016 o saldo e empregos para o comércio varejista da região foi de –501 vagas. Lojas de vestuário, Tecido e calçados e Materiais de construção foram os principais “vilões”. Do outro lado, Farmácias e perfumarias e Supermercados lideraram a abertura de postos de trabalho.

 

Para a assessora econômica do Sincomercio, Caroline Miranda Brandão, o resultado indica otimismo. “Embora a região apresente uma perda de empregos, os resultados de outubro e o acumulado de 2016, quando comparados ao mesmo período do ano passado, apresentam crescimento do emprego”, explica. “Pode-se acreditar que essa seja uma tendência de aumento de emprego. Isso é reflexo de aumento efetivo do faturamento das empresas, ou, ao menos há uma expectativa de melhora no faturamento”, conclui Caroline..

Comentários

Dennis Moraes