fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Outono chega neste domingo (20)


A nova estação chega neste domingo, 20, à 01h30 trazendo temperaturas mais amenas, redução das chuvas, dias mais claros e o aumento das noites propícias à observação do céu.

O fenômeno conhecido como Equinócio marca o momento em que o Sol, na constelação de Peixes, atravessa o Equador Celeste (uma projeção do Equador da Terra no espaço) no chamado Ponto Vernal. A luz solar incidindo diretamente sobre o Equador Terrestre faz com que todo o planeta seja igualmente iluminado nos dois hemisférios. Daí o termo “Equinócio”, que significa igualdade entre o dia e a noite, para designar tanto o Outono como a Primavera.

A partir deste domingo (20) o Sol estará se deslocando cada vez mais em direção ao Hemisfério Norte e com isto, para nós, os dias estarão cada vez mais curtos e, consequentemente, as noites mais longas, culminando com o Inverno em 20 de junho, quando então teremos o Solstício, que se caracteriza pela noite mais longa do ano e o dia mais curto.

outono

Os países do Hemisfério Norte estarão nesse domingo ingressando na Primavera, data que era festivamente comemorada na antiguidade.

Em nossa região, o Sol nascerá às 06h13 e irá se pôr às 18h19. A passagem meridiana ocorrerá às 12h16.

 

CURIOSIDADES

Durante todo o século XXI, o início do Outono irá se alternar entre os dias 20 e 19 de março. O início do outono retornará ao dia 21 de março somente no ano de 2103.

E por que as estações do ano não têm a mesma duração? Isto acontece em razão da órbita elíptica da Terra, que embora seja de baixa excentricidade (0,0167) – quase um círculo – faz com que seja desigual sua velocidade ao redor do Sol, provocando assim desigualdades nos tempos das estações.

Uma outra curiosidade é que o Sol, em razão de um movimento da Terra denominado Precessão dos Equinócios, ficará no Outono na constelação de Peixes até o ano 2599, quando então passará para a constelação de Aquário. No passado, até o ano 54 a.C., o Sol estava em Áries, Carneiro.

 

EM AMERICANA

A reconstrução do OMA (Observatório Municipal de Americana) está entrando em sua segunda fase, com a finalização da demolição das lajes que estavam condenadas.

“Já foi realizada metade da reconstrução. A parte mais complicada, que era a demolição, já foi executada. O andamento da reforma está sendo seguido à risca, o que deve cumprir o prazo até o final de junho para a reinauguração”, afirmou Fernando Giuliani, secretário de Cultura e Turismo..

O OMA contará com sala de aula para implantação do sistema digital, sala de informática, biblioteca e sala administrativa. O local ganhará um novo acesso para o andar superior, com a construção de uma rampa de aproximadamente 20 metros de comprimento, saindo da pista de caminhada do Jardim Botânico. A nova cúpula será totalmente automatizada.

Outras novidades são as substituições de todas as janelas por vidros temperados e a visibilidade para os visitantes do Parque Ecológico com o sistema de iluminação externa de led. Giuliani também informou que o local ganhará banheiro para deficientes físicos, além da reforma do Museu do Tempo, localizado na parte externa do OMA.

Com o valor estimado em R$ 400 mil, a reforma do OMA, que teve início na primeira quinzena do mês de janeiro, está sendo custeada e executada pela empresa Santo André Empreendimentos. Essa reconstrução do Observatório Municipal computará pontos para a cidade de Americana no Programa Município VerdeAzul.

 

ARTIGO DO ASTRÔNOMO CARLOS H. A. ANDRADE, DO OBSERVATÓRIO MUNICIPAL DE AMERICANA 

Maiores informações:

Carlos H. A. Andrade – OMA/Sectur (19) 3408 8010 ou 3408 0575.

 

Comentários

Dennis Moraes