fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Entretenimento

Os melhores filmes de animação para toda família

Para quem tem crianças em casa, ver animações é uma boa opção para tirá-las do tédio e educá-las sobre temas sensíveis como a relação com os antepassados, as emoções e a amizade

A pandemia provocada pelo novo coronavírus alterou os hábitos cotidianos em escala mundial. Durante a quarentena, a ideia de sair para atividades triviais, como ir a um restaurante com amigos, ver um show ou viajar, parecem imagens de um filme muito antigo, cujo retorno é imprevisível.

 

Passados quatro meses desde o início do confinamento social no Brasil, muitos pais enfrentam a dificuldade de pensar em atividades para as crianças que permanecem em casa, já que o confinamento pode provocar emoções como o tédio, a tristeza, a impaciência e a raiva.

 

Se você vem encontrando dificuldades para conciliar os afazeres domésticos, as demandas do trabalho, as recomendações sanitárias e o cuidado com as crianças, confira algumas sugestões de filmes para entreter a família — especialmente agora que a convivência é intensificada e as saídas recreativas ainda não foram liberadas.

Divertida Mente

A garota Riley tem apenas 11 anos e já passa pelo desafio de se mudar com os pais para uma nova cidade. Como consequência, ela terá que reconstruir vínculos com os novos vizinhos e os colegas da escola.

 

Além de acompanhar as vivências de Riley, os espectadores têm acesso aos conflitos que ocorrem no cérebro da menina. É dentro da cabeça dela que cinco emoções — Alegria, Medo, Raiva, Nojo e Tristeza — buscam estratégias, por vezes conflitantes, para ajudar a garota a viver esse novo momento.

 

Além de provocar risadas e choros em espectadores de todas as idades, essa animação trata de um tema sensível, especialmente, em tempos de pandemia: as emoções humanas.

Aprender a reconhecer os sentimentos e concebê-los como portadores de mensagens importantes pode ajudar o público a atravessar os desafios da quarentena de modo mais compassivo e amoroso.

Up: Altas Aventuras

Para quem está com saudades de pegar a estrada e viajar para um lugar desconhecido, essa animação traz a excursão maluca, empreendida pelo viúvo Carl Fredricksen, que planeja realizar o sonho da esposa Ellen e se mudar para o Paraíso das Cachoeiras, localizado na Venezuela.

 

Para não perder a casa onde dividiu a vida com Ellen, ele pendura centenas de balões na residência, viajando pelos ares, acompanhado por Russel — um garoto escoteiro, que ama a natureza e havia oferecido ajuda a Carl a fim de ganhar um distintivo por ajudar um idoso, o último que falta para que ele seja um Grande Explorador da Natureza.

 

Com paisagens fascinantes e coloridas, além de imagens com ótima resolução, a animação é um convite para a imaginar como seria viver aventuras em uma casa-balão, em uma viagem sonhada durante toda uma vida.

Procurando Nemo

Vencedor do Oscar de Melhor Animação de 2003, o filme conta a história de Nemo: um pequeno peixe-palhaço que vive na Grande Barreira de Coral na Austrália. Ele ainda é bebê quando perde a sua mãe, que é devorada por uma barracuda.

 

Em seu primeiro dia de aula, Nemo é constrangido por seu pai superprotetor, Marlin, durante uma excursão de campo. Com raiva, o filhote escapa do recife e é pego por mergulhadores.

 

Desesperado, Marlin sai em busca pelo filho desaparecido. No caminho, ele encontra Dory, uma cirurgiã-patela que tem perda de memória recente. Eles se tornam companheiros de viagem e vão em busca do resgate de Nemo.

Viva: A Vida É Uma Festa

O pequeno Miguel tem apenas 12 anos e uma certeza: ser músico. Contudo, essa ideia é rejeitada por sua família, que deseja que ele trabalhe como sapateiro no povoado onde vivem, no interior do México.

Determinado a seguir seu sonho, Miguel parte em uma aventura que revela mistérios familiares ocorridos há mais de 100 anos, envolvendo a história do seu trisavô — que supostamente abandonou a família para buscar o sonho de ser cantor.

 

De uma forma sensível, a animação é inspirada na festa Dia Dos Mortos, que ocorre todo ano no México. A história traz outras visões sobre a morte e o papel dela em nos reconectar com a memória de nossos antepassados e os nossos próprios sonhos.

Ratatouille

Esse desenho também fala de sonhos e da importância de seguir a nossa vocação. A história condutora dessa temática é Rémy, um rato que vive em Paris e quer se tornar um chef de cozinha.

 

Dono de dons culinários notáveis e um olfato poderoso, que o permite distinguir comidas com precisão, Rémy entra secretamente na cozinha da casa onde mora com sua família para ler os livros de receita de Auguste Gusteau — seu chef preferido.

 

Ao descobrir que Gusteau morreu, Rémy parte dos esgotos parisienses para encontrar o restaurante do chef que o inspira. Logo, ele se torna amigo de Linguini, jovem sem talento culinário que começa a trabalhar como faxineiro no restaurante de Gusteau.

Comentários