Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Orquestra Filarmônica Ninho Musical realiza espetáculos públicos para mais de 2600 espectadores

O Ninho Musical é uma iniciativa da Estação Cultural da Fundação Romi e, nesta edição, apresentado pelo Ministério da Cultura e Instituto CCR, com patrocínio CCR AutoBAn – empresa que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo –, por meio da Lei Rouanet. O projeto conta também com o apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d’Oeste.

Foram seis espetáculos públicos que somaram mais de 2.600 espectadores. No primeiro evento, ainda que inexperientes, os alunos do projeto Ninho Musical não se intimidaram com a plateia cheia do Teatro Municipal Manoel Lyra, em Santa Bárbara d’Oeste, no dia 1º de novembro. O segundo, também no Manoel Lyra, dia 12 de novembro, conquistou novamente a casa cheia.

Os espetáculos iniciaram a série de apresentações musicais em celebração ao encerramento do ano e ao sucesso do projeto, trazendo ao palco mais de 60 alunos musicistas, que juntos formam a Orquestra Filarmônica Ninho Musical, e muitos convidados especiais – jovens que participaram do projeto, noutras edições, e que atualmente vivem da música como instrumentistas profissionais, como: o clarinetista Bruno Soares Barboza, os violoncelistas Jonatas Ferreira Lopes e Gabriel Mazon Meirinho, os violinistas Eliane Ortiz, Matheus Domiciano, Carla Venâncio Pangardi e Marilene G. dos S. Volpato, a flautista Francielen da S. Xavier dos Santos e a pianista Adriana Aoqui.

Esta edição também revelou novos talentos como o clarinetista Alan Conan em suas apresentações solo, e o clarinetista Felipe Aragão Campos Salles e o contrabaixista Ciro Granado Ferreira na regência da Orquestra que também compõem. Sem contar na surpreendente voz do aspirante a tenor, Adilson de Oliveira Conceição.

Os espetáculos, em distintos pontos da cidade, públicos e gratuitos, buscaram oportunizar ao público barbarense e das cidades do entorno o acesso à música orquestral e à cultura desta natureza, em muitos aspectos, restritiva e erudita. Sobretudo, as apresentações e o público massivo que as prestigiaram tiverem como resultante o estimulo aos alunos, à autoestima e ao autodesenvolvimento.

A noite de 18 de novembro, no Anfiteatro Municipal “Detinha Dagnoni”, foi animada pela Orquestra Filarmônica Ninho Musical reunindo aproximadamente 200 pessoas. Já o espetáculo a céu aberto, dia 24 de novembro, no Centro das Artes e Esportes Unificados (CEU) do estado de São Paulo – CEU das Artes – agrupou pouco mais de 50 pessoas na quadra do espaço cultural e desportivo da Zona Leste de Santa Bárbara d´Oeste.

A quinta apresentação do Ninho Musical celebrou, dia 14 de dezembro, os 10 anos de Estação Cultural da Fundação Romi em prol da Cultura regional. O Armazém da Estação Cultural, aos 40°C, ferveu de calor e emoção. Foram 200 vozes adolescentes do Coro de Alunos do “Núcleo de Educação Integrada” junto aos 60 músicos do Ninho se apresentando para um público de aproximadamente 600. Sob a batuta do Maestro Paulo César Bellan, Orquestra e Coro, apresentaram um repertório de músicas que incluiu canções clássicas tradicionais, ícones de filmes e musicais renomados até as mais recentes baladas do universo pop. E, claro, em clima de festa: “Noite Feliz”.

Encerrando o ciclo de apresentações do projeto Ninho Musical, a Orquestra Filarmônica Ninho Musical realizou o último espetáculo de 2017 na Praça Central em Santa Bárbara d´Oeste. No repertório da noite figuraram Ode à Alegria, quarto movimento da 9ª Sinfonia de Beethoven, Yesterday, dos Beatles e Sol, da banda Jota Quest. O sexto e último espetáculo, em 15 de dezembro, reuniu mais de 600 pessoas.

Ninho Musical 2018

O Ninho Musical é uma oficina cultural de formação musical, destinada a iniciantes ou que já tenham vivência. Realizada pela Estação Cultural da Fundação Romi, desde 2012, já beneficiou aproximadamente 800 participantes, e conta com o apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d’Oeste. Habilitada pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, o projeto oportuniza a aprendizagem gratuita de música instrumental para adolescentes e jovens.

Sob a coordenação do Maestro Paulo Bellan, nas oficinas musicais os alunos aprendem, para a formação da Orquestra Filarmônica Ninho Musical, desde teoria musical até práticas de instrumentos, cuidados e afinação, leitura e interpretação de partituras e compreensão de regência, sempre pela metodologia do compartilhar saberes: aquele que sabe mais ensina quem sabe menos. A iniciativa, na edição de 2018, será patrocinada através da Lei de Incentivo à Cultura pela Indústrias Romi.

As inscrições para novos ingressos devem ser realizadas presencialmente na Administração da Estação Cultural. O atendimento é de terça a sexta das 09h às 18h, aos sábado das 08h às 17h e, aos domingos, das 08h ao meio dia. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. www.estacaocultural.org.br. As atividades retornam em janeiro de 2018. Mais informações podem ser acessadas no site do projeto, através do link www.fundacaoromi.org.br/ninhomusical ou pelos telefones (19) 3455-4833 ou 3455-4830.

Sobre a Estação Cultural

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural ocupa a antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste, revitalizada pela Fundação Romi. A Estação Cultural é um lugar de encontros plurais e multiculturais, onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas por ano através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Dentre suas ações está a manutenção do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Ensino Fundamental II, com atendimento integral de 300 adolescentes, e o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil, sua escola de Educação Infantil, voltada, prioritariamente, para o atendimento de mais de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. Além disso, promove, através de seu Centro de Documentação Histórica, o projeto de Educação Patrimonial que atende mais de 8 mil crianças, da rede municipal do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania, e o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Não bastasse isso, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, a Estação Cultural atende mais de 10 mil pessoas por meio de projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas. Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir um maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários

Dennis Moraes