fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Santa Bárbara d´Oeste

Oficina Online de Teatro de Objetos Documental é oferecida para artistas e educadores de Santa Bárbara d´Oeste

 

O GRUPO SOBREVENTO, uma das companhias teatrais mais atuantes do Brasil, acaba de abrir inscrições para a oficina online gratuita TEATRO DE OBJETOS DOCUMENTAL que acontece nos dias 24, 26, 27 de novembro e 1 de dezembro de 2020 (das 19h às 22h). Ministrada por Sandra Vargas e Luiz André Cherubini, fundadores do grupo, a oficina destina-se a educadores, artistas e companhias radicados em Santa Bárbara D´Oeste, interessados em uma linguagem teatral rara, inovadora e provocadora. Para se inscrever, basta enviar carta de interesse para o e-mail info@sobrevento.com.br. O projeto é realizado pelo Programa de Ação Cultural, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e conta, em Santa Bárbara D´Oeste, com o apoio da Cia. Arte-Móvel.

Na oficina, os participantes conhecerão elementos de um Teatro que se apoia na utilização de objetos cotidianos como deflagradores de uma realização cênica. Os artistas desenvolverão cenas e textos a partir das histórias que objetos – preciosos, particulares e únicos, guardados por seus vizinhos –, encerram, buscando o Teatro que mora aí. Ao final da oficina, será apresentado um MUSEU-TEATRO DA VIZINHANÇA, onde os artistas nos revelarão o seu entorno, a partir dos objetos que estão nas mesas de centro, nas estantes e no coração dos seus vizinhos.

A história das pessoas (os etnólogos nos ensinam) repousam nos objetos. E o que nos interessa são (parafraseando Katy Deville e do Cristhian Carrignon do Théâtre de Cuisine) “os grandes acontecimentos da cozinha lá de casa”. Porque, como disse o poeta Manoel de Barros, “um grilo é mais importante do que um navio”.

O Sobrevento e o Teatro de Objetos

Desde 2009, o Sobrevento tem promovido intercâmbios artísticos com alguns dos maiores nomes do Teatro de Objetos de todo o mundo, muitos dos quais trouxe ao Brasil, como Agnès Limbos, Antonio Catalano, Christian Carrignon, Katy Deville, Roland Shön, Théâtre Manarf, Hermanos Oligor e Shaday Larios. Dedicando-se intensamente à pesquisa desta linguagem, as criações mais recentes do Grupo nasceram dessa pesquisa (Escombros, Terra, São Manuel Bueno Mártir, Sala de Estar, Só, Bailarina e Noite). Em busca de diferentes “dramaturgias do objeto”, o Sobrevento, desde 2012, vem se debruçando sobre a questão da memória que há por trás dos objetos e, em 2018, passou a empregar o termo Teatro de Objetos Documental, cunhado pela pesquisadora Shaday Larios para as pesquisas e criações que busquem criar uma dramaturgia a partir das histórias reais que os objetos evocam.

Museu-Teatro da Vizinhança

Criado a partir do contato entre os participantes da oficina e moradores da região, o Museu-Teatro da Vizinhança será apresentado online nos dias 5 e 6 de dezembro, sábado e domingo, às 16h. A ideia é reunir, em uma sala virtual cujo anfitrião será o próprio SOBREVENTO, alunos da oficina e moradores de Santa Bárbara D´Oeste para conhecer histórias incríveis que estavam adormecidas em objetos guardados cuidadosamente durante anos ou mesmo nas pequenas coisas que levamos na carteira e que achávamos que não tinham muita importância. A ideia é estimular, a partir do Teatro de Objetos, o encontro comunitário – mesmo que à distância – por meio da valorização da memória local.

É a primeira vez que o Sobrevento organiza um Museu-Teatro online e fora de sua casa. O Museu- Teatro da Vizinhança é uma iniciativa criada pelo SOBREVENTO originalmente com o objetivo de recuperar e valorizar a memória da região onde está sediado há mais de dez anos – o limite entre os bairros do Brás e do Belenzinho, na capital paulista. O grupo realizou duas edições, em 2017 – com a supervisão do francês Roland Shön – e 2018, na cidade de São Paulo. Para tal, conversou com muitos vizinhos e descobriu objetos que carregam consigo histórias incríveis, emocionantes, surpreendentes, que ajudam a compreender a nossa vizinhança e nós mesmos. Os objetos que guardamos com cuidado revelam a nossa humanidade, fragilidade e delicadeza e são a prova material das histórias que queremos contar. É por isso que, em nossas casas, colocamos esses objetos na mesa de centro, no meio da estante ou que, em nossas bolsas, estão na carteira que mais abrimos, ou que, em nossos corpos, penduramos junto ao peito: para que alguém, algum dia, nos pergunte que história ele encerra e para que possamos contá-la e recontá-la tanto quanto possível.

As atividades integram o projeto de circulação que apresentaria, a partir de abril, em Santa Bárbara D´Oeste – e em outras quatro cidades paulistas – o espetáculo NOITE, mais recente criação para adultos do SOBREVENTO. Com o avanço da pandemia da Covid-19, as apresentações tiveram que ser adiadas e terão lugar em 2021. Criado a partir do Teatro de Objetos – linguagem que o grupo pesquisa profundamente desde 2010 – o espetáculo tem uma dramaturgia que nasceu

dos depoimentos de seus vizinhos e das suas histórias, todas relacionadas a objetos guardados, secretos, carregados de afetos, ou ainda do sentimento pela ausência/perda deles.

SOBREVENTO

Fundado no Rio de Janeiro em 1986, o Grupo Sobrevento transferiu-se do Rio de Janeiro para São Paulo há mais de vinte anos, em função da quantidade de atividades que a cidade lhe requeria. Fundou, em 2009, o Espaço Sobrevento, única sala da cidade de São Paulo dedicada especialmente ao Teatro de Animação. O Sobrevento é, hoje, um dos grupos teatrais mais destacados e atuantes do país. Desde sua fundação, em 1986, realizou mais de 6 mil apresentações – “Que é como se tivéssemos subido ao palco mais do que dia sim, dia não, por 33 anos”, diz o diretor Luiz André Cherubini –, visitou em torno de 200 cidades do Brasil, outras 40 da Espanha e esteve em diversos países de quatro continentes, representando o Brasil em lugares tão distantes quanto Irã e Estônia e outros tão próximos quanto Argentina, Chile e Colômbia.

“Criamos mais de 20 espetáculos e mantemos 17 em repertório. Temos realizado muitos festivais internacionais de teatro de bonecos e de animação, buscando multiplicar e desenvolver o Teatro de Animação, o Teatro de Objetos, o Teatro para a Infância e a Juventude, o Teatro para Bebês, bem como diferentes expressões teatrais contemporâneas”, afirma Sandra Vargas, atriz e fundadora do Sobrevento, e também curadora do FITO – Festival Internacional de Teatro de Objetos, criado em 2009. O Sobrevento tinha acabado de realizar duas viagens internacionais – pela Índia e pelo Chile – e se preparava para dar início à circulação, quando foi surpreendido pela pandemia.

SERVIÇO

Oficina Teatro de Objetos Documental

Dias 24, 26, 27 de novembro e 1 de dezembro (das 19h às 22h)

Inscrições: envio de carta de interesse para o e-mail info@sobrevento.com.br

Destinada a artistas, estudantes de Artes, educadores e interessados em geral, residentes ou radicados em Santa Bárbara D´Oeste.

Museu-Teatro da Vizinhança

Dias 5 e 6 de dezembro (às 16h)

Transmissão ao vivo pela página do Sobrevento no facebook

Projeto realizado pelo Programa de Ação Cultural, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Comentários