Obesidade e sedentarismo são hábitos da metade dos casais com dificuldade de engravidar

Enquete realizada pelo portal de maternidade, Trocando Fraldas, aponta a qualidade de vida, alimentação e hábitos dos casais com dificuldade para ter o primeiro filho
Qual o estilo de vida dos casais que possuem dificuldade de engravidar? Essa foi a pergunta realizada pelo portal especialista em saúde e maternidade, Trocando Fraldas por meio de uma enquete com as internautas do site.

O portal realizou a enquete com 5 mil brasileiras que apresentam dificuldade para engravidar em diversos estados do país. As participantes responderam espontaneamente levando em consideração idade, local de moradia e situação familiar.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), a infertilidade afeta 8 milhões de casais no país. É importante ressaltar que a obesidade está implicitamente relacionada com a saúde fértil, pois desregula a atividade hormonal e afeta diretamente as funções das gametas, células responsáveis pela reprodução sexuada.

O sobrepeso e os maus hábitos afetam não só a saúde feminina, como a fertilidade dos homens podendo interferir no processo de ovulação saudável e também na qualidade do sêmen.

Entre os resultados que vamos apresentar a seguir, o que chamou atenção foi o comportamento sedentário maior entre os casais que apresentam dificuldade de engravidar. Metade das entrevistadas e 39% dos parceiros não praticam nenhuma atividade física semanal.

A atividade física contribui para melhor oxigenação celular, redução de peso e controle da glicose. A obesidade não só gera dificuldade para a fecundação, como compromete a saúde do feto e o risco de doenças cardiovasculares.
Resultados da enquete do Portal Trocando Fraldas 2018

As seguidoras do portal Trocando Fraldas são mulheres que desejam engravidar e possuem dificuldades. Além de acompanhar os artigos do portal com dicas, elas também trocam informação entre si por meio da comunidade online.

A enquete aponta que 1  em cada 3 mulheres estavam com o peso acima do recomendado durante as tentativas de gravidez, visto que essa tendência cresce com o aumento da idade para 43% em casos acima de 43 anos.

Existem alimentos que ajudam a engravidar? Segundo a literatura médica  é um mito espalhado na internet, mas alerta quanto a importância da alimentação e hábitos saudáveis, sobretudo em ambientes expostos a poluição e estresse, como as grandes metrópoles.

Não se trata de um único alimento ajudar a paciente a engravidar. Mas hábitos saudáveis e estilo de vida ajudam na melhor saúde fértil.

A infertilidade sem causa aparente faz parte da vida de muitos casais, portanto antes de seguir dicas da internet, é essencial a investigação clínica e hormonal de cada caso.

Comentários

Notícias relacionadas