fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

O que é esporão de calcâneo? Conheça causas e tratamento

Imagem: Pixabay

Imagem: Pixabay

 

Você sente dores agudas na sola do pé ao acordar e realizar a primeira pisada do dia ou mesmo no início da marcha de suas corridas? Fique atento a esses sintomas pois existe a possibilidade de seu pé ter desenvolvido um incômodo esporão de calcâneo.

 

A boa notícia é que esse tipo de esporão pode ser tratado com terapias simples, devolvendo a tranquilidade e a qualidade de vida para quem precisa conviver ele.

Como o esporão se forma?

O nome clínico deste quadro é entesopatia de calcâneo. O esporão nada mais é do que o crescimento exagerado do osso do calcanhar. Ele pode ser assintomático em 95% das pessoas que o possuem, mas causa dores fortes nos outros 5% dos pacientes.

 

O calcâneo, osso do calcanhar, é o primeira parte do pé que entra em contato com chão enquanto andamos e também atua na sustentação do peso de nosso corpo.

 

O seu crescimento exagerado e a formação do esporão pode ocorrer por causa de inflamações relacionadas à fascite plantar (inflamação do revestimento fibroso  da sola do pé) que acabam causando a calcificação dos tecidos ao redor do calcanhar.

 

Outras causas frequentes que favorecem o surgimento do esporão calcâneo são:

 

– Traumas na região que podem ser resultados de atividades físicas de alto impacto como corrida, atletismo, dança, futebol, entre outros;

– Calçados inadequados e prejudiciais à saúde dos pés, como os saltos altos ou de solados muito duros;

– Passar muito tempo em pé;

– Pés com a sola muito cava ou chatos;

– Excesso de peso corporal;

– Doenças pré-existentes como a fascite plantar, gota, osteoartrite e artrite reumatoide.

Diagnóstico

A confirmação do esporão, assim como o tratamento mais indicado para cada quadro, devem ser realizados por um ortopedista. Para isso, ele precisa solicitar exames de imagem para a identificação do problema, como um simples raio X ou mesmo uma ressonância magnética.

 

Esses exames de imagem são fundamentais para detectar a anomalia no osso e descartar outras doenças e falsos diagnósticos que impedem um tratamento adequado ao quadro.

Tratamentos recomendados para o esporão

Na maioria dos casos, um tratamento clínico conservador, capaz de controlar as inflamações e aliviar a dor, traz bons resultados para aplacar as dores causadas pelo esporão.

 

Entre as principais recomendações estão algumas medidas simples como massagens, repouso, compressas de gelo, uso de palmilha para esporão para amortecer os impactos no ponto específico, ultrassom (terapia de choque),  fisioterapia e alongamentos supervisionados.

 

Caso esse tipo de tratamento não alcance os resultados desejados, o ortopedista pode receitar medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios e, em casos ainda mais raros e graves, indicar a infiltração (injeções) de corticóides e, como último recurso, a cirurgia ortopédica para remoção do esporão calcâneo.

 

Como eliminar fatores de risco?

Para evitar que a região dos calcanhares e da sola dos pés sofram estresse, traumas e impactos desnecessários, vale a pena tomar alguns cuidados:

 

– Não esquecer dos alongamentos antes de qualquer atividade física ou esporte, por menor que sejam seus impactos;

 

– Usar calçados adequados para realizar atividades físicas, caminhar ou mesmo para trabalhar. É preciso evitar o uso de saltos muito elevados;

 

– Usar calcanheiras que, mesmo aliviando temporariamente a dor, acabam potencializando a pressão na planta pé. Prefira a palmilha para esporão com estrutura completa.

 

Daniella Pimenta

Comentários