fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Santa Bárbara d´Oeste

Núcleo de Educação integrada da Fundação Romi participa de pesquisa do Escolas Exponenciais que traz um diagnóstico da educação em tempos de pandemia

“Diagnóstico Nacional da Educação”, DNE, esse é o nome da iniciativa que o Escolas Exponenciais criou para ajudar gestores de escolas a avaliar os efeitos do cenário da pandemia. A partir do resultado de uma pesquisa feita com diretores, professores e pais de alunos, as escolas vão poder estudar sua estratégia  e saber como estão em comparação com a média nacional. O Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi foi uma das instituições a aderir ao movimento.

O resultado contribui para que as escolas consigam identificar: O quanto os seus professores e pais estão satisfeitos com o serviço da escola neste momento; O risco de evasão de alunos neste momento e Como os pais e professores avaliam a qualidade da relação com a escola. “Estes dados nos trazem informações importantes para que possamos dar continuidade no trabalho que executamos”, explica o superintendente da Fundação Romi Vainer Penatti. “São fontes que nos nortearão, e também farão refletir para sabermos onde podemos melhorar no serviço que oferecemos”, conclui.

Dos itens questionados na pesquisa, 88% dos pais e responsáveis responderam que recomendam o Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi para outros pais. Já quanto o material didático digital, plataforma de exercícios online, material didático impresso e qualidade das atividades remotas, 80% estão totalmente satisfeitos. A comunicação entre e escola e pais aponta que 90% estão totalmente satisfeitos. “O quanto estamos preparados para as incertezas nos faz realizar um trabalho diferenciado. E nesse sentido nós, do Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi, estamos tecendo e construindo, através da escuta e fala com nossos professores, famílias dos nossos alunos, pesquisadores, entre outros, que são peças importantes para podermos traçar o rumo da educação”, enaltece a diretora do NEI Ericka Vitta.

O Diagnóstico Nacional da Educação também indagou os professores, profissionais que estão diretamente ligados a todo o processo da educação e suas adaptações neste novo tempo. 80% apontaram total satisfação nos assuntos: Qualidade das soluções digitais oferecidas pelo sistema de ensino; Qualidade e quantidade de exercícios; Qualidade gráfica e organização do material; Qualidade dos textos, explicações e conteúdo teórico; Vídeos do sistema de ensino e Material didático digital.

A pesquisa foi executada de forma virtual, através do aplicativo ClassApp entre junho e julho. A participação tanto dos pais e responsáveis, quanto dos professores, foi de forma voluntária. “Agradecemos a todos que responderam o Diagnóstico Nacional da Educação. São ações, como esta promovida pelo Escolas Exponenciais, que contribuem para que seja mantida nossa qualidade, e sempre em busca de melhorarmos”, finaliza o superintendente da Fundação Romi Vainer Penatti.

 

Sobre o Núcleo de Educação Integrada

O Núcleo de Educação Integrada é uma escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio cujo sistema de ensino, por meio de desafios e vivências laboratoriais, faz do aluno agente ativo de sua formação. Baseado na resolução de problemas (PBL – Problem Based Learning), no aprendizado baseado em equipes (TBL – Team Based Learning) e tendo por essência a valorização do lúdico, o desenvolvimento da autonomia e o estímulo às competências socioemocionais, a metodologia ativa do NEI salvaguarda cada idade e fase da aprendizagem. Sua proposta pedagógica atende as exigências curriculares previstas pelo Ministério da Educação e se amplia à medida que as Áreas do Conhecimento se integram e resignificam o saber. Através de uma tecnologia problematizadora, crianças, adolescentes e jovens são instigados a pesquisar e a resolver inquietações, favorecendo o desenvolvimento de competências socioemocionais necessárias aos desafios contemporâneos, à autonomia e às relações interpessoais. O Núcleo de Educação Integrada fica à Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera, em Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br/nei.

Sobre a Fundação Romi

Seu legado iniciou em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi. Tendo como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, a Fundação Romi é pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, beneficiando mais de 30 mil pessoas, por ano, através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Mantenedora do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, oportuniza a formação integral, autônoma e protagonista de crianças, adolescentes e jovens. Promove, por meio de seu Centro de Documentação Histórica, a preservação da história da cidade e região com o processamento técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa.  Tem na educação patrimonial, destinada para alunos da educação básica, a disseminação do conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania. Na Estação Cultural de Santa Bárbara d´Oeste que, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas atende milhares de pessoas por ano. A Fundação Romi está localizada à Avenida João Ometto, 200, Jardim Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários