Novos animais chegam ao Zoo Americana


O Zoo Americana – Parque Ecológico Municipal “Eng. Cid Almeida Franco” recebeu novos animais esta semana. Chegaram uma harpia macho e uma irara, vindos do zoo da cidade de São Carlos. Estão sendo aguardados ainda dois veados provenientes do zoo de Leme.

Já existe no Zoo Americana uma harpia fêmea, que vive sozinha desde 2005. Para receber o companheiro recém-chegado de São Carlos, o recinto original será divido para que as espécies possam manter contato visual por um tempo, antes que sejam pareadas definitivamente, visando a reprodução.

Harpia (ou gavião real) ocupa a mais elevada posição na cadeia alimentar. Não tem predador, a não ser o homem. Ao comer suas presas – macacos, preguiças e em menor escala, répteis e aves – presta um serviço fundamental para o equilíbrio da natureza, o controle de populações de outros animais. Com suas longas asas listradas em tons cinza e branco, pode ser vista em florestas tropicais entre o sul do México e o norte da Argentina. Não foi por acaso que a harpia ganhou o título de ave mais poderosa do planeta. Suas garras têm tamanho similar às de um urso-pardo. Suas patas são maiores que a mão humana e conseguem carregar presas de peso igual ao seu. Também é conhecida como gavião-real, por causa de suas curvas imponentes e a coroa de penas no topo da cabeça. As harpias, como as águias em geral, são monogâmicas, ou seja, formam casais unindo-se por toda a vida. Elas fazem ninhos em árvores muito altas. O casal dá uma cria a cada dois ou três anos. O período reprodutivo vai de junho a novembro e o período de incubação é de dois meses.  As fêmeas depositam um ovo ou dois, mas no caso de ambos serem incubados com sucesso, em condições naturais somente o primogênito sobrevive.

O Parque Ecológico de Americana funciona de terça-feira a domingo, das 8 às 17 horas, na avenida Brasil, nº 2525, no Jardim Ipiranga. A entrada é franca.

 

 

 

Unidade de Imprensa

Fotos: Marília Pierre

Comentários

Notícias relacionadas