Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

#NOVEMBROAZUL Homens devem realizar exames de rotina para prevenir doenças

Câncer de próstata é o câncer mais comum entre homens e, apesar de causar mais de 15 mil mortes por ano

Se as mulheres devem ir ao ginecologista regularmente, os homens também precisam consultar um especialista para diagnosticar e tratar potenciais doenças. Por ainda ser um tabu, a saúde masculina tem sido objeto de cada vez mais campanhas de conscientização.

 

Anualmente, são contabilizadas mais de 15 mil mortes por câncer de próstata no Brasil, sendo o segundo tipo mais comum entre os homens. O número é alarmante, ainda mais se considerarmos que metade da população masculina só vai ao médico quando aparecem os primeiros sintomas graves, segundo dados do Centro de Referência em Saúde do Homem. Para uma doença tão grave quanto um câncer, o diagnóstico precoce pode salvar uma vida.

 

Um dos motivos pelos quais isso acontece é o constrangimento em discutir certos assuntos.

 

Para os homens mais velhos, pode ser constrangedor falar sobre disfunção erétil e problemas urinários. Mas esses sintomas precisam ser tratados, uma vez que podem indicar outros problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas e diabetes mal controlado. E, embora a dificuldade para urinar possa ser normal, à medida que a próstata cresce com a idade, ela também pode ser causada por um tumor, e detectá-lo precocemente pode ser crucial para o tratamento.

 

Outros motivos incluem o medo de enfrentar um diagnóstico grave e a vergonha de mostrar o corpo para o médico.

 

Embora o câncer de próstata seja mais comum em homens acima dos 50 anos, os jovens também precisam ir ao médico regularmente para cuidar da saúde. Dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) indicam que apenas 1% dos jovens menores de 18 anos procuram um especialista. Quando há casos na família de doenças hereditárias ou fatores de risco, é indicado que o jovem procure o médico o quanto antes.

 

Além dos exames de rotina, os homens também devem se cuidar no dia a dia, com boa alimentação, realizando atividade física regularmente e mantendo a higiene (aliás, a falta de higiene também pode causar doenças graves), utilizando roupas íntimas confortáveis, como as da marca  Zorba, por exemplo. Afinal, conforto também é uma forma de autocuidado.

 

Os homens morrem mais que as mulheres: a cada três óbitos, dois são do sexo masculino. Se eles vão menos ao médico, correm mais risco de estar doentes e não terem o tratamento precoce. Nesse sentido, as campanhas de conscientização sobre a saúde masculina são importantes, para que os homens realizem exames preventivos e possam se proteger contra doenças graves.