fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Nova Odessa retoma vacinação contra gripe nesta quarta em todas as UBS’s da cidade

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa retoma nesta quarta-feira (22) a segunda etapa da campanha de vacinação contra a gripe, como foco em motoristas de transporte coletivo, caminhoneiros, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, funcionários do sistema prisional, adolescentes sob medidas socioeducativas e presos. A imunização ocorre das 7h às 15h30, nas seis unidades básicas de saúde do município.

O município recebeu na tarde de sexta-feira (17) o sexto lote de vacinas, com 2,3 mil frascos. As doses foram disponibilizadas pelo GVE Campinas (Grupo de Vigilância Epidemiológica), responsável pela distribuição das doses na região A segunda etapa da campanha começou na última quinta (16) na cidade, de acordo com calendário definido pelo Ministério da Saúde. Nos dois  primeiros dias, 1.342 doses foram aplicadas nas UBS’s do Centro e dos jardins São Jorge, São Manoel, São Francisco, Alvorada e Marajoara.

Nova Odessa imunizou 100% dos idosos e profissionais de saúde na primeira etapa da campanha, encerrada na última quarta (15). Segundo a Secretaria de Saúde, pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde e agentes de segurança pública e salvamento que ainda não tenham sido imunizados podem procurar uma das unidades.


Desde o início da vacinação, em 23 de março, Nova Odessa recebeu seis lotes de vacina, num total de 19,2 mil frascos. A segunda etapa segue até 8 de maio nas UBS’s do Centro, São Jorge, São Manoel, São Francisco, Alvorada e Marajoara. O ‘Dia ‘D’ da campanha ocorrerá no dia 9, com início da terceira e última etapa para professores, crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, adultos de 55 a 59 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o nascimento), população indígena e pessoas com deficiência. A campanha termina no dia 22 de maio.

 

O início da campanha foi antecipado de abril para março pelo Ministério da Saúde para auxiliar na triagem de infectados pelo novo coronavírus. Depois da imunização, os profissionais de saúde avaliam que será mais fácil identificar casos do novo coronavírus. Este ano, a vacina protege contra os vírus Influenza A-H1N1, A-H3N2 e B.

Comentários