fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Nova Odessa implanta projeto de acolhimento nos Postos de Saúde


Profissionais da rede receberão capacitação com objetivo de melhorar o atendimento ao usuário; unidades de saúde terão horário de atendimento especial

 

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa inicia esta semana um novo projeto de acolhimento ao usuário. Funcionários da rede pública de saúde receberão uma capacitação especial com equipes do Governo do Estado com objetivo de humanizar o atendimento. Também está sendo implantado um projeto de reuniões periódicas com as equipes, também visando melhorar o atendimento aos pacientes. Com estas iniciativas, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) terão horário de funcionamento especial em determinados dias do mês.

 

Diretora de Saúde Básica de Nova Odessa, Gláucia Blumer Paulon afirmou que os dois projetos visam identificar possíveis falhas e melhorar o atendimento aos pacientes. “Queremos humanizar e também agilizar o atendimento que, muitas vezes, por falhas na comunicação interna, acaba sendo prejudicado”, disse.

 

Um dos novos projetos a ser implantado é a Oficina de Acolhimento. Através dela, funcionários da UBS 3 (Unidade Básica de Saúde), no São Manoel, serão capacitados por profissionais da Secretaria de Saúde do Estado. “O acolhimento é uma parte muito importante no atendimento e é fundamental que seja feito da maneira correta”, disse.

 

Com as oficinas vamos organizar o sistema de saúde e as equipes serão capacitadas para que criem um vínculo maior com seus pacientes, contribuindo assim na resolução de grande parte dos problemas de saúde que enfrentam e, consequentemente, aliviando seu sofrimento”, continuou.

 

Muitas vezes o paciente chega com febre em uma UBS e, por não ter consulta agendada, é enviado ao pronto-socorro. Queremos evitar situações como esta. Nossas equipes serão melhor instruídas para que prestem um atendimento mais humanizado, evitando que o paciente fique de uma unidade para outra em busca de atendimento”, explicou a diretora.

 

Secretário de Saúde, Sérgio Molina ressaltou que a Administração tem buscado a humanização do atendimento, oferecendo mais conforto aos pacientes e também aos familiares que os acompanham. “Iniciamos a reforma do hospital, promovemos melhorias nas UBSs, temos contratado novos profissionais. Todas estas ações, entre outras não citadas, fazem parte deste grande projeto”, disse.

 

As oficinas de acolhimento serão realizadas inicialmente com funcionários da UBS 3 e depois os conhecimentos serão repassados aos demais profissionais da rede. “Todos receberão as instruções”, disse.

 

Por conta da capacitação, durante todo o mês a UBS 3 estará fechada para atendimento às quintas-feiras na parte da manhã. “Os pacientes já estão sendo informados e o atendimento sendo remanejado para o período da tarde”, explicou.

 

TRABALHO EM EQUIPE – O outro projeto desenvolvido busca um maior envolvimento das equipes de saúde, desde a atendente até o médico, coordenadores e diretores. “Estamos em um momento em que é preciso parar e analisar melhor o atendimento, ver os acertos, as falhas e fazer os ajustes necessários. E esta análise só dá resultados quando envolve toda equipe”, disse.

 

Segundo Gláucia, esta ação será realizada em todas as UBSs, a cada 15 dias. “Nos dias de reuniões o atendimento será feito em horários especiais, permitindo assim que todos os profissionais participem e estejam envolvidos”, continuou.

 

Este projeto terá início esta semana na UBS 3 e será realizado quinta-feira, junto da Oficina de Acolhimento. Na UBS 1 a iniciativa acontece na próxima terça-feira, dia 15. Por conta disso, o atendimento será feito até as 14h.

 

Já na quarta-feira, dia 16, funcionários da UBS 2 (São Jorge) participarão da reunião e o atendimento ao público será feito até 15h. Na UBS 5 (Jardim Alvorada), o projeto será realizado na sexta-feira, dia 18, pela manhã. Com isso, o atendimento ao público terá início a partir das 12h. Já a data da reunião na UBS 4 (São Francisco) está sendo definida, sendo divulgada posteriormente.

 

Glaucia ressaltou que todos os pacientes serão informados com antecedência sobre as mudanças nos horários de atendimento nas datas em que as reuniões acontecerem.

 

 

 

 

Foto: Osnei Réstio

 

Comentários

Dennis Moraes